Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Uma das razões pela qual o filme Meninas Malvadas, sucesso estrelado por Lindsay Lohan, fez tanto sucesso com um público tão grande foi pela identificação que muitos sentiam com as personagens. Não estou falando de apertar os seios para prever o clima ou vestir cor de rosa às quartas-feiras; estou falando da atitude padrão de apunhalar os outros pelas costas.

Pois, vamos ser sinceros, todos nós reclamamos — homens também. Seja lamentar a inutilidade de um amigo ou detonar o seu chefe com os colegas de trabalho, não há nada que nos dê mais alívio do que reclamar da pessoa pelas costas.

Entretanto, às vezes, esse desejo por detonar alguém pode deixar um gosto amargo na boca e você sabe no fundo que é melhor que certas coisas não sejam ditas. Então porque será que falamos mesmo assim?

A Dra Sheri Jacobson, psicoterapeuta e diretora clínica da Harley Street Therapy, diz que muitas vezes isso é o resultado de estresse descontrolado. "Nós nos sentimos assoberbados ou ameaçados e, ao invés de encontrarmos uma válvula de escape saudável antes de enfrentar a situação, o nosso instinto é de colocar tudo para fora”, diz.

A reclamação muitas vezes acaba sendo um tipo de esporte coletivo que pode gerar um sentimento de proximidade com outros através da rejeição mútua de uma pessoa ou situação. "Quando reclamamos, muitas vezes estamos procurando alguém de confiança para concordar conosco, ficar do nosso lado e minimizar as nossas inseguranças”, diz Jacobson.

E para aquelas criaturas infelizes que reclamam constantemente, a prática pode vir da insegurança que sentem ou ser usada como um mecanismo de defesa. "A reclamação constante pode fazer com que alguém que secretamente se sente vulnerável pareça ‘duro na queda’", diz Sheri. “É também uma forma de desviar a atenção das partes de si mesmo que não querem que os outros percebam”. Mas ao falar mal de alguém você não só corre o risco de ser descoberto — Deus o livre! —, mas também o risco de prejudicar a própria saúde e bem-estar.

"Reclamar e falar mal pode ser um forma de inveja, que acaba minando a nossa confiança e ego”, adverte Nicci Roscoe, de The Mind Makeover Artist. "Essa prática pode dominar a sua vida se você permitir e o estresse que isso traz resultará em falta de sono e exaustão, o que pode afetar o seu trabalho e vida pessoal”. Mas dentro de ambientes muito seguros, a reclamação pode ter seus benefícios, diz a Dra. Sheri.

"Se estamos chegando em casa após um dia péssimo no trabalho e precisamos desabafar com nosso parceiro ou cônjuge – que nos conhece bem o suficiente para saber que precisamos desabafar e não conhece pessoalmente as pessoas de quem estamos falando – e aí podemos sair com a sensação de alívio do nosso estresse, de que alguém importa-se conosco e que a coisa não irá adiante de maneira negativa”.

Mas reclamar ou falar mal de alguém no ambiente errado — como no trabalho ou com um grupo desconhecido de pessoas — pode lhe colocar numa situação ainda pior. "Se você está passando por momentos de desafio em diferentes áreas da sua vida, então talvez você ache que reclamar ou falar mal de outros fará com que você seja percebido e alcance um posição melhor mais rápido”, diz Nicci. “O que você não percebe é que você está sendo notado da maneira errada! Quem quer se associar com uma cobra que pode lhe apunhalar pelas costas?”.

Para muitos, reclamar é um vício, um hábito terrível que é difícil de abandonar. Então como é possível parar de uma vez por todas? Nicci diz que a melhor forma de parar de reclamar ou falar mal é mudar o padrão de pensamento negativo. "Reclamar pode tornar-se um ciclo vicioso e a melhor forma de sair dessa é pensar e falar de forma positiva — não apenas sobre si mesmo, mas sobre outros também.”

Considere também, sobre quem você está falando mal, diz a Dra. Sheri. “Muitas vezes é um esporte coletivo, e se nos rodearmos de pessoas que gostam de ser negativas sobre os outros, pode ser difícil de deixarmos essa prática para trás. Então, em alguns casos, a melhor forma de parar de reclamar pode ser mudar o seu círculo social”.

 
Top