Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

"Universitários fazem refeições de graça pelo país, em comemoração ao Dia do Advogado"
- Fabio Rigobelo, do R7


Para celebrar o Dia do Advogado, comemorado todo dia 11 de agosto, estudantes de Direito têm o costume de fazer refeições em restaurantes pelo país e sair sem pagar a conta.

O Dia do Pendura (ou "Dia do Pindura") começou a ser praticado pelos alunos da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo, em comemoração ao aniversário de criação dos primeiros cursos superiores de Direito no Brasil, em 1827.

Os donos de restaurantes próximos ao Largo de São Francisco costumavam oferecer refeições gratuitas aos alunos, em homenagem à importância e à grandeza da faculdade pois, antes de sua fundação, ainda no século 19, os jovens de famílias endinheiradas eram obrigados a estudar na Europa, por falta de cursos especializados no país.

Ao final da refeição, um dos estudantes discursava - geralmente o mais eloquente da turma -, agradecendo aos garçons e à casa, e deixava a promessa de que voltaria para pagar a conta quando estivesse graduado.

O costume se estendeu a outras faculdades de Direito por todo o país, porém os donos de alguns estabelecimentos se recusam a participar da brincadeira, por considerá-la abusiva e não desejarem arcar com o prejuízo. Mas na maioria das vezes os alunos se safam de punições mais severas, já que os juízes e delegados costumam conhecer bem a tradição e suas "consequências".



O "pindura" na São Paulo de hoje

Flora, 22, e Carolina Ponce, 22, são alunas do quinto ano na Faculdade de Direito da USP. Neste ano elas não vão praticar a “pindura”, mas contaram ao R7 que, quando estavam no primeiro e no segundo anos do curso, participaram desta tradição dos cursos de Direito.

- Todo mundo faz no começo da faculdade. Hoje não participo por vergonha de chagar em um lugar, comer e dizer que não vou pagar. Já acabei na delegacia duas vezes, diz Flora

Elas contaram que, segundo a tradição, após a refeição os alunos cantam a seguinte música:

- Garçom, tira a conta da mesa e bota um sorriso no rosto, seria muita avareza cobrar do 11 de agosto!

- Tem muita gente que combina antes com o restaurante também, mas eu acho que perde a essência da tradição, finaliza Carolina.

*Colaborou Julia Chequer, fotógrafa do R7
 
Top