Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Transtorno obsessivo-compulsivo: 4% da população


1. Ablutomania
MANIA DE: limpeza.
SINTOMAS: o medo de contágio faz a pessoa lavar as mãos excessivamente, tomar banhos por horas, usar talheres descartáveis e não tocar em maçanetas.

2. Acribomania
MANIA DE: precisão e organização.
SINTOMAS: arrumação de objetos até uma suposta ordem. Se o sujeito toca algo ou alguém sem querer, sente-se obrigado a tocar com o outro braço.

3. Aritmomania
MANIA DE: contagem ou verificação.
SINTOMAS: repetir tarefas (amarrar os sapatos, ligar a TV) um número exato de vezes. Para o maníaco, isso impede que algo grave aconteça.

4. Colecionismo
MANIA DE: acumular tralhas.
SINTOMAS: o sujeito guarda sem organização coisas sem valor, como caixas e jornais. Muitas vezes, é caso de saúde pública.

Transtorno do controle de impulsos: 3% da população

5. Onicofagia
MANIA DE: roer as unhas.
SINTOMAS: em momentos de nervosismo e tédio, o sujeito rói, morde, mastiga e engole as unhas, e acaba ferindo a pele em volta.

6. Tricotilomania
MANIA DE: arrancar cabelos e pelos.
SINTOMAS: o impulso de arrancar cabelos e pelos da face e do corpo é tão automático que o cara só se dá conta quando existem falhas visíveis.

7. Dermatilomania
MANIA DE: cutucar a própria pele.
SINTOMAS: nesses casos, a fuçação despreocupada pode levar a lesões e cicatrizes. Depois do nervosismo, vem o alívio e, por fim, o arrependimento.

8. Cleptomania
MANIA DE: roubar quinquilharias.
SINTOMAS: não tem a ver com necessidade, mas com o prazer de roubar. Após um tempo, os objetos são dados ou jogados fora.

Hipocondria: 2% da população

9. Hipocondria
MANIA DE: doença.
SINTOMAS: qualquer alteração é vista como sinal de doença. Os hipocondríacos vão a vários médicos atrás da confirmação de um diagnóstico imaginário.

Transtorno bipolar de humor: 1% da população

10. Megalomania
MANIA DE: poder ou superioridade.
SINTOMAS: costuma ser associada à fase de euforia do transtorno bipolar. O megalomaníaco tende a atribuir a si mesmo grandes feitos. 


Fontes: Ana Beatriz Barbosa Silva, autora de Mentes & Manias; Eduardo Aliende Perin, psiquiatra do Ambulatório de Transtornos do Espectro Obsessivo-Compulsivo da Unifesp; Roseli Gedanke Shavitt, psiquiatra da USP e integrante do Projeto Transtornos do Espectro Obsessivo Compulsivo; Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM-IV).
 
Top