Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Especialista da dicas para enfrentar o medo e diminuir os sintomas físicos e psicológicos.

Por mais experiente que um artista possa ser, independente de sua área de atuação, o MEDO está sempre presente e com ele as consequências físicas e emocionais. O medo é uma sensação que proporciona  um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. O medo pode se transformar em uma doença (FOBIA) quando passa a comprometer as relações sociais e a causar o sofrimento psicológico.
 


A técnica mais utlizada pelos psicólogos para tratar o medo se chama dessensibilização sistemática. Com ela se constrói uma escala de medo, da leve ansiedade até o pavor, e progressivamente o paciente vai sendo encorajado a enfrentar o medo. Ao fazer isso o paciente passa, gradativamente, por um processo de reestruturação cognitiva em que ocorre uma re-aprendizagem, ou ressignificação, da reação que posteriormente gerava a resposta de alerta no organismo para uma reação mais equilibrada.

Você sempre teve vontade de estar num palco, mas tem medo de encarar as luzes da ribalta, você pode estar com o famoso “MEDO DO PALCO”. Assim que sobe no palco, o nervosismo toma conta do seu corpo, você esquece a sua fala, começa a suar (excessivamente e frio), começa a  tremer o corpo todo e a voz entrega este medo

Colhemos o depoimento de vários artistas em diferentes áreas e descrevemos os sintomas que o “medo do palco”, traz a cada um deles.
 
CORONA

Com mais de 20 anos de carreira internacional, somando um numero expressivo de apresentações pelo mundo inteiro, Olga Maria de Souza , 48 anos, consegue descrever o seu medo, já no momento que anunciam que terá que fazer um show.

Tenho medo de subir no palco, pois não sei o que esta me esperando, o publico que eu encontrarei, se vão gostar de mim e do meu show e aí começo a me questionar, se eles não gostarem da minha apresentação? O que vou fazer? Sofro antecipadamente. Sinto fortes dores no estomago e uma grande vontade de urinar, fico extremamente agitada, isso ate os primeiros segundos de apresentação.”

Uma vez Corona foi contratada para realizar um show na cidade de Béarn (França), para um publico do “punk” “heavy metal” , ela não sabia porque cargas d´agua mandaram ela fazer este show, junto com outros artistas POP. O organizador do programa de TV informou que ia ser transmitido ao vivo o show para um programa de TV, Corona seria a ultima a se apresentar. Quando os seus amigos subiram para cantar a artista percebeu que arremessaram garrafas de água e alguns objetos no palco. Corona subiu no palco com muito medo e antes de começar o show informou que se atirassem algo no palco ela iria se retirar. Na primeira musica, nada tudo normal.Quando Corona começou a cantar a segunda musica percebeu que estavam atirando e duas garrafas atingiram seus pés. Simplesmente Corona desceu do palco e foi embora. O publico começou a correr atrás da cantora que protegida por seguranças teve que sair correndo do local.

Corona sente muito medo de subir no palco e para relaxar antes de entrar, fica sozinha em seu camarim acompanhada de seu marido e empresário Gianluca Milano e faz uma oração.
 
DUPLA CLAU E NANDA


A dupla sertaneja Clau e Nanda, também confessou o medo de palco e as reações que este sentimento causa no corpo deles. Claudio, 32 anos, confessa que o medo é tão grande que o peito parece que vai explodir, as pernas ficam bambas e você entra em um estagio como se ficasse em transe, depois tenta se lembrar do que aconteceu. Isso quando o medo não afeta o sistema intestinal. Nesta hora tudo passa pela cabeça, que vai errar a letra, se o publico esta gostando , etc. Claudio diz que precisa de apoio psicológico.

 
GILMELANDIA


Gil já colecionou centenas de prêmios e títulos como uma das vozes mais potentes do Brasil, chegou a ficar entre as mais mais do Carnaval da Bahia, mas a soteropolitana afirma que sente medo principalmente ao cantar o HINO NACIONAL, sentre frio nas mãos, um nervosismo incontrolável, apesar de ter cantado mais de 300 vezes o hino nacional brasileiro, Gil garante “ o medo é tão grande de errar, que quando acabo de cantar,parece que eu fiquei 5 horas em cima do trio elétrico em pleno carnaval, exaustão total”.

 
TAIGUARA NAZARETH


Ator de teatro e TV , ficou conhecido nacionalmente como André, um peão que e seduzido por Martha (Vera Holtz). Taiguara disse que o medo atrapalhou algumas cenas e que a atriz sempre foi generosa em todas as cenas que contracenou. Taiguara afirmou em entrevista recente que o medo reflete em seu organismo no intestino, sentindo dores abdominais fortes . O ator diz que sente mais ansiedade do que medo, se esta seguro do texto, consegue manter a calma e executar o papel. As vezes quando o texto não esta bem claro e resolvido, ai sim o bicho pega e o nervosismo atrapalha. Taiguara chegou a ter branco total e improvisar em cena, recentemente.”Todos estão sujeitos a isso, estamos no palco e podemos sofrer com o esquecimento de uma deixa, uma fala. Aconteceu comigo.”


Consultamos uma especialista em oratória e consultora de marketing para atores e modelos, Margareth Libardi  e ela deu algumas dicas para melhorar o nervosismo e superar o medo do palco.

Pratique a sua parte. Faça isso até voce saber de cor. Lembre-se da fala da pessoa que vem antes de você, para que você reconheça sua deixa. Pratique para a sua família, amigos, bichinhos de pelúcia e até mesmo para cadeiras vazias, para que você se acostume a atuar na frente das pessoas

Ganhe autoconfiança recitando suas falas na frente de um espelho. Use essa mesma roupa para ver um vídeo de si mesmo. Preste atenção nos seus maneirismos: veja como você movimenta as mãos enquanto fala.

Diga as mesmas palavras ou frases de modos diferentes em preparação para um improviso, se necessário.

Concentre-se no que vai fazer. Esqueça o público. Faça de conta que está na frente do espelho ou da sua família. Estude sua parte antes de sair de casa. Confie que aprendeu bem o que vai fazer no palco, seja dançar, cantar ou atuar numa peça com outros. Respire fundo e vá em frente!

Mantenha sua voz aquecida cantarolando baixinho sempre que puder.

Enquanto estiver cantando, nas partes em que deve cantar um solo, pense em como é boa sua performance. Tenha confiança.

Tenha uma boa atitude.Não fique parado quando for sua vez de cantar solo: mexa-se e dance se for apropriado. Se você estiver imóvel olhando para o chão a maior parte do público pode não gostar.Seja persistente que o medo vai embora. Artistas experientes muitas vezes desejam ter um pouco dessa excitação de novo!

Se esquecer uma palavra, não pare! Continue. Tente usar outras palavras que não estavam no roteiro. Se o seu parceiro de cena cometer um erro, não reaja ao erro: ignore-o ou se for muito grande para ignorar, improvise a partir dele. A capacidade de improvisar é o sinal de um verdadeiro ator.

Se errar um passo na dança ninguém vai perceber a não ser que você pare. Continue e pensarão que é parte da coreografia. A mesma coisa com o roteiro: o público não sabe, então não se preocupe se errar uma fala e tiver que improvisar, só não pare. Você vai ficar nervoso no início, mas vai ficando mais fácil conforme você se acostuma a atuar em frente a multidões. E você provavelmente vai ficar bem, porque seus amigos estarão lá. Outro ponto positivo é que você vai se sentir melhor depois da sua performance. Todo o seu esforço e ansiedade serão recompensados.

 Alguns dos maiores artistas de todos os tempos têm medo do palco. Não pense que está sozinho. Apenas prossiga e em breve você estará tão absorto que vai esquecer que está no palco.Pense em por que é que você foi à audição. Lembre-se, o público não vai te devorar! Então relaxe e divirta-se. Atuar ‘’é’’ coisa séria, mas você ainda pode se divertir.

Diga para si mesmo, “Se ficar com medo de fazer papel de bobo, nunca vou me divertir”. Você só está se deixando nervoso e inseguro. Mas se disser “Eu consigo!” então você ‘’conseguirá’
’.
 
 
Top