Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

A frequência e a qualidade do seu sono podem oferecer pistas surpreendentes sobre sua saúde e seu estilo de vida

Você está num relacionamento feliz.
O que você faz: Você e seu parceiro (a) pegam no sono ao mesmo tempo à noite e acordam mais ou menos no mesmo horário todas as manhãs.

O que isso pode significar: Pesquisadores da Universidade de Pittsburgh acompanharam os padrões de sono de 46 casais ao longo de dez dias e também pediram que cada pessoa avaliasse seu relacionamento. Os casais que tinham padrões de sono similiares tendiam a estar mais satisfeitos com seus relacionamentos, relataram os cientistas na conferência SLEEP 2014, em junho. Faz sentido: quem acorda cedo pode aproveitar a manhã com o parceiro, e quem dorme tarde pode curtir a noite enquanto o resto do mundo está dormindo. Mas isso quer dizer que quem dorme junto fica junto? “Há dados que mostram que a satisfação no casamento pode levar a um casamento mais longo e mais feliz”, diz Heather Gunn, autora do estudo. “O que descobrimos é que o sono sincronizado pode ser parte disso.”


Você corre risco de ter dor nas costas (se já não tiver).
O que você faz: Você dorme de barriga para baixo.

O que isso pode significar: Dormir de barriga para baixo, algo que 16% das pessoas fazem, achata a curvatura da espinha, o que muitas vezes leva a dor ou a sensação de tensão no dia seguinte e a problemas nas costas com o passar dos anos. Isso também te obriga a virar a cabeça para respirar, o que causa estresse no pescoço, explica Nick Littlehales, um coach do sono baseado no Reino Unido. Poucas pessoas conseguem se manter nessa posição a noite inteira, o que significa ficar rolando na cama. Vale a pena tentar aprender um novo jeito de dormir: Littlehales diz que, quando você deita encolhido no seu lado não dominante (o lado esquerdo se você é destro, e vice-versa), diminui a pressão na região lombar e também distribui o peso pelas articulações, músculos e tendões que são menos usados e, portanto, menos sensíveis. Em outras palavras, você está numa posição confortável o suficiente para ficar parado – e continuar dormindo – durante a maior parte da noite. Uma ideia é usar travesseiros para apoiar o corpo para ajudar a gradualmente virar-se para o lado.


Você desperta à noite.
O que você faz: Se recusa a comer quando acorda nos dias de semana.

O que isso pode significar: Aqueles que têm o relógio interno atrasado preferem dormir e acordar mais tarde que a média, explica Till Roennenberg, um cronobiólogo alemão autor do livro Internal Time. Isso significa que, quando você tem de acordar cedo para trabalhar, seu corpo preferiria estar dormindo, não comendo. Seu relógio interno influencia todos os processos fisiológicos, diz Roennenberg, então você se sente letárgico e mal-humorado, e seu sistema digestivo não está pronto para a comida. Outra pista de que você tem essas características cronobiológicas: você provavelmente sente muita fome no meio da manhã, a hora de se alimentar, segundo seu relógio biológico. Para descobrir seu tipo, faça o teste criado por Roennenberg. Ele também sugere o seguinte exercício: anote o horário em que você acorda nos dias em que não tem de trabalhar e que não usa o despertador. Compare com a hora em que foi dormir. Depois descubra o ponto médio entre os dois horários. Se ele ficar por volta das 6h, e seu despertador tocar normalmente às 7h, não é à toa que você não tenha vontade de tomar café da manhã.


Você é viciado na função soneca
O que você faz: Você quase sempre se lembra dos seus sonhos.

O que isso pode significar: Passamos por vários ciclos do sono durante a noite, e a fase REM é quando temos os sonhos mais bizarros. Acordar durante esse período permite que nos lembremos vivamente dos sonhos – mas também nos faz sentir meio grogues e desorientados, diz Rafael Pelayo, especialista em sono da Universidade Stanford. Se somos acordados no susto pelo despertador no meio da fase REM e usamos a função soneca para ganhar uns minutinhos a mais, podemos voltar para o mesmo sonho. (Veja por que os especialistas dizem que é bom tentar se livrar desse hábito.)


Você simplesmente está com o sono atrasado.
O que você faz: Você pode pegar o sono em qualquer lugar, a qualquer hora.

O que isso pode significar: Considerando afastado um distúrbio como a narcolepsia, essa tendência de “pescar” em qualquer momento é provavelmente um aviso de que você precisa de mais sono. Um teste padrão de laboratório é colocar as pessoas num quarto escuro e silencioso e medir quanto tempo elas levam para pegar no sono, diz Roennenberg. As pessoas que descansaram durante a noite e que acordaram sem despertador em geral não pegam no sono imediatamente. Em geral isso acontece com quem está com o sono atrasado.
 
 
Top