Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Risco de contaminação é mínimo, mas existe; é importante prevenir.

O que homens e mulheres têm em comum? Como manter a convivência sem implicâncias e riscos para a saúde?

Por exemplo, mulher odeia encontrar pelos no sabonete. Segundo a dermatologista Márcia Purceli, os sabonetes têm substâncias bactericidas e, por isso, não transmitem fungos ou doenças, mas é ideal que cada um tenha o seu ou que a família use o sabonete líquido. O risco de transmissão de doenças e contaminações por dividir objetos é pequeno, mas existe. Por isso é importante também cada um ter seu próprio aparelho de barbear e escova de dentes.

Se não der para cada um ter seu próprio sabonete, a dica é limpá-lo e retirar os pelos antes de tomar banho para evitar irritações e preservar a higiene.

No caso dos aparelhos de barbear, é importante não deixá-lo dentro do chuveiro para evitar exposição a fungos e guardá-lo limpo, em lugar fechado e protegido.

Segundo o infectologista Caio Rosenthal, dividir o barbeador é desnecessário e arriscado porque o homem ou a mulher pode estar com uma doença naquele momento e passar para o outro.

A escova de dentes segue a mesma recomendação de higiene. Trocar a escova é como trocar um beijo na boca e, mesmo com o mínimo risco, pode transmitir doenças. Caso seja inevitável usar a mesma, é essencial lavá-la bem depois do uso com água corrente para evitar contaminação.

E não é só a escova de dentes que causa conflito entre os casais: a pasta também é motivo de briga. Algumas pessoas deixam o objeto destampado, mas isso não causa nenhum problema à saúde, apenas deixa a pasta endurecida. O infectologista Caio Rosenthal alerta que as bactérias não voam e nem andam sozinhas de um lugar para o outro, então não são motivo de pânico.

Outro fator que irrita a maioria das mulheres é quando os homens deixam a tampa da privada levantada. Apesar de ser desagradável, o risco de causar algum mal à saúde é muito pequeno.

Só pode oferecer perigo caso alguém em condições vulneráveis, como um portador do HIV, circule pelo banheiro. Portanto, mesmo com o baixo risco, é melhor abaixar a tampa do vaso após o uso.

Esses conflitos são ainda maiores quando a mulher está de TPM. A dica do ginecologista José Bento para os homens é ter paciência porque o momento é passageiro. Não adianta discutir, entrar em assuntos delicados ou tomar decisões importantes nessa fase do período menstrual. Caso a situação seja fora do normal, o médico recomenda que o parceiro convença a mulher a procurar ajuda de um profissional.

  



Homens x mulheres

A pediatra Ana Escobar mostrou no programa que os meninos têm o desenvolvimento motor mais rápido, enquanto as meninas aprendem a falar mais cedo. Segundo ela, a lenda de que mulher fala mais é realmente verdade porque nelas o setor da linguagem no cérebro é mais desenvolvido.

Existem mulheres que reclamam do cheiro do marido e, segundo a Dra. Ana Escobar, a produção elevada de testosterona nos homens causa esse odor mais forte. Além disso, o hormônio masculino atua desde a infância, deixando os meninos mais ativos, enquanto as meninas são mais calmas e tranquilas.
De acordo com o ginecologista José Bento, os homens produzem 10 vezes mais testosterona do que as mulheres. Isso causa diferenças corporais, como o pomo de adão, os músculos mais desenvolvidos, pouca gordura e a maior vontade de fazer sexo. Mas por volta dos 50 anos, eles começam a produzir mais estrogênio e, então, aparecem mais gordurinhas na região abdominal e eles ficam também mais emotivos.

Por: G1.com.br
 
Top