Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Você já se pegou muitas vezes estando cansado, mesmo tendo boas noites de sono?
Você pode estar sofrendo Fadiga Adrenal

As causas podem ser muitas, como anemia, excesso de trabalho, deficiência de nutrientes, etc. No entanto, existe uma causa ainda pouco conhecida, que acaba por não diagnosticar e, conseqüentemente, não tratar de forma correta: A fadiga adrenal.


Se você se sente muito cansado, com muita dificuldade de levantar da cama, desejo de consumir doces, açúcar ou pães e massas, precisa de um cafezinho pra começar o dia e acordar, tem mais energia após as 18h, nem sabe mais o que é ter desejo sexual, ganha peso com facilidade e sente que está difícil perdê-los, mesmo comendo alface, pode ser que você esteja sofrendo esse problema, que tem se tornado cada vez mais comum entre as pessoas, deriva-se do estresse, principalmente do estresse crônico.
Vou explicar melhor...


Sempre estivemos expostos ao estresse diário e todo estresse gera uma resposta.


O problema todo começa quando as situações de estresse começam a ficar repetitivas, ou se você passa a vivenciar problemas sem solução a curto prazo, como a maioria dos que temos hoje, tais como problemas financeiros, emocionais, tensão no trabalho, barulho, transito conturbado, pressão social, etc.


O requerimento constante das supra renais para produzir cortisol, acaba por esgotá-las. Configura-se então, uma resistência a esse hormônio. Ele já não é mais potente como antes, ou seja, as glândulas supra renais entram em fadiga. Daí o nome do problema!


Como o cortisol equilibra o sistema imune, na sua falta, a pessoa fica mais suscetível a inflamações,infecções, feridas, problemas auto imune, alergias, dermatites, dores musculares e articulares.


E como resolver isso?


-Deve-se restringir ao máximo o consumo de alimentos refinados como: pães, arroz, massas brancas, sempre dando preferência aos alimentos integrais. Açúcar, nem pensar! Cuidado com o jejum prolongado (mais de 3h), e privação de sono. Apesar do cansaço, café e qualquer outro estimulante é estritamente proibido. Já o sal é liberado, pois nessa situação há uma perda aumentada de sódio.


-Alimentos potencialmente alergênicos como aqueles que contem glúten (aveia, cevada , centeio, malte e trigo- biscoitos, bolos, pães, massas…) e laticínios, devem ser evitados ao máximo.
Um bom nutricionista funcional, pode ainda detectar outras intolerâncias individuais.


-Outros alimentos, no entanto, devem fazer parte da dieta, pois influenciam diretamente na melhora do quadro. São eles, alimentos que contém grande quantidade de ômega 3 (salmão, linhaça, chia…); Cacau; Chá verde; frutas e vegetais com alto teor de vitamina C ( kiwi, caju, acerola…);fontes de zinco, como a semente de abóbora; alimentos ricos em complexo B, como os cereais integrais (arroz, quinoa, amaranto).
Para combater os radicais livres produzidos, os antioxidantes precisam ser incorporados na dieta. Uma boa maneira é incluir suco de açaí, uva integral, uma porção de frutas vermelhas, suco verde, castanhas e sementes na sua rotina alimentar.


Existem ainda suplementos fitoterápicos que regulam essa disfunção e são importantíssimos no tratamento. Para isso, o nutricionista irá avaliar qual desses é indicado no seu caso, e prescrever.


A reconquista da disposição, da energia, da alegria de viver, do peso ideal, da libido e da memória, configuram um novo nascimento, pois ninguém deve se conformar em viver mal, se arrastando.


Agora que você já sabe o que fazer ou a quem procurar, mãos à obra, não esquecendo de divertir-se o máximo que puder e relaxar muito!

 

Flávia Cyfer é Nutricionista Funcional, Graduada em Nutrição pela U.G.F- RJ e Pós graduada em Nutrição Clínica Funcional pela UNIC-SUL. Diretora da Empresa Nutrindo Ideias Consultoria, no Rio de Janeiro, ministra com frequência Cursos de Dieta Detox e presta Consultoria Nutricional.
www.flaviacyfer.com.br
 
Top