Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Área que incomoda a muitas mulheres, o culote nem sempre vai embora só com exercícios e boa alimentação. 


Mulheres magras ou com o corpo considerado perfeito. Você conhece algumas, certo? Mas pergunte a elas se estão totalmente satisfeitas com o corpo – tenho certeza que a grande maioria mudaria alguma coisinha que lhes incomoda. Algumas falam que os seios são pequenos, outras de alguma dobrinha na barriga e algumas até sobre aquele acúmulo de gordura entre as pernas – o famoso e indesejado culote.

Caracterizado pelo acúmulo de gordura localizada, o culote causa estresse e desconforto para muitas mulheres – até mesmo para aquelas mais magrinhas, já que esse acúmulo de gordura entre as pernas pode ser de origem hormonal ou genética.

Segundo o Dr. Alderson Luiz Pacheco, cirurgião plástico da Clínica Michelangelo, de Curitiba – PR, os culotes são difíceis de serem tratados apenas com exercício e alimentação adequados, já que podem ter origem genética. “Além disso, existem diferentes tipos de culote: o fibroso, que apresenta uma maior consistência e celulite avançada; o menos fibroso, que, como o próprio nome já diz, é consistência macia, acompanha as formas do corpo, é menor e apresenta leve uma celulite; o não flácido, que pode ser resolvido com um procedimento de lipoescultura ou hidrolipo; e o flácido, que apresenta tamanho desproporcional e a pele flácida, de difícil retração após lipoaspiração”, descreve Pacheco.


Na maioria dos casos o culote surge ainda na adolescência, quando ocorrem os maiores períodos de mudanças hormonais femininos. “Pode mudar de pessoa para pessoa, é claro, mas no geral a época em que o culote começa a aparecer – e a incomodar muitas meninas – é a partir dos 18 anos, no final da adolescência”, explica o especialista.

Apesar de difícil, não é impossível eliminar o culote – principalmente se a mulher aliar uma vida saudável, e, se necessário um procedimento estético. “A drenagem linfática, exercícios físicos e uma alimentação saudável são muito bons para o corpo como um todo, mas, infelizmente, não resolvem sempre o probleminha extra do culote”, comenta o especialista.

A drenagem, por exemplo, remove o líquido, responsável pelo inchaço, mas não acaba com ele. “Para acabar com a temida ‘gordura localizada’ às vezes é preciso um procedimento mais efetivo, já que nem sempre uma boa alimentação, cuidados estéticos e exercícios físicos são o suficiente para mandá-la embora”, comenta.

Essa é a gordura mais difícil de ‘derreter’, por isso é comum vermos muitas mulheres com corpos esculturais, mas insatisfeitas com uma possível ‘barriguinha’ ou culote. “Para esses casos existe a cirurgia de lipoaspiração de culotes, que melhora o contorno do corpo, mas que assim como qualquer outra lipoaspiração, não é um método de emagrecimento”, diz Pacheco.

Caracterizada por ser a solução que vai mais a fundo e retira a gordura localizada, a lipoaspiração, quando ministrada com a drenagem, uma série de exercícios e boa alimentação, é a chave perfeita para a lapidação do corpo ideal.
Os resultados desses procedimento nos culotes normalmente são um sucesso e apresentam longa duração. “Isso é devido ao esforço da paciente. Nós fazemos a nossa parte – que é a fatia médica e as orientações – e elas cuidam do ‘resto’, ou seja, do período pós operatório”, comenta Pacheco, que lembra que o resultado final só deve ser avaliado seis meses após a cirurgia.



Fonte:
Doutor Alderson Luiz Pacheco (CRM-Pr 15715) 
Cirurgião Plástico
Site: http://www.alplastica.com
http://www.michelangeloclinica.com.br
Blog: http://draldersonluizpacheco.wordpress.com
Email: plastica.pacheco@yahoo.com.br
Fone: (41) 3022-4646 e 4141-4424
Endereço: Rua Augusto Stellfed, 2.176, Champanhat, Curitiba/PR.






ATITUDE QUE MUDOU UMA VIDA


UM EXEMPLO A SEGUIR, MAS VOCÊ COMPREENDE?

Tracy Henderson, de 30 anos, de Glasgow, chegou a pesar 177 kg, quando resolveu mudar sua dieta e fazer exercícios, se tornando uma instrutora fitness recentemente. 
A mulher acordava no meio da noite, lutando para respirar devido à obesidade, e perdeu incríveis 114 kg em dois anos. 

Tracy Henderson, que agora é uma instrutora fitness, era tão gorda que não conseguia tomar banho corretamente,e nem colocar o cinto de segurança em volta de sua cintura. 
Tracy Henderson, que agora é uma instrutora fitness, era tão gorda que não conseguia tomar banho corretamente, e nem colocar o cinto de segurança em volta de sua cintura. 

Tracy Henderson era tão obesa que não conseguia tomar bando corretamente, e mudou radicalmente sua dieta para perder peso

Ela mudou sua dieta e iniciou a prática de exercícios físicos, alterando sua rotina de intimidações e preconceitos pelo peso, além da baixa estima. 


Tracy disse: “Eu era intimidada na escola e começava a comer mais para me fazer sentir melhor. Como eu era enorme, as pessoas começaram a gritar apelidos para mim na rua e até mesmo jogar as coisas de seus carros.” 

Tracy começou a ter ataques de pânico que a deixavam incapacitada, e foi diagnosticado aos 19 anos com agorafobia, um distúrbio de ansiedade que, na maioria das vezes, está associado às crises de medo. 

Ela foi repetidamente levada para o hospital devido a dores agonizantes no peito, onde os médicos disseram a ela para perder peso se quisesse viver bem. 

Depois de uma dieta de baixa gordura e se alimentando de carnes magras, legumes e frutas, Tracy rapidamente viu seu peso cair. 

Em apenas um ano ela perdeu 95 kg e sua agorafobia e a depressão tornaram-se coisas do passado. 

Ela agora pesa apenas 63 kg e acaba de se qualificar como uma instrutora fitness, a fim de ajudar os outros.

E QUE TAL UM ACOMPANHAMENTO SEMANAL, ALIADO A UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS E ALIMENTAÇÃO MAGRA? VEJA ABAIXO!






Sabe-se que cerca de 60% da população brasileira encontra-se acima do peso. O grau máximo desses números está situado nas grandes cidades. Pela vida corrida que as pessoas nas grandes metrópoles levam, acaba caindo no esquecimento a prática de uma vida saudável, que consiste em treinar o corpo, dia após dia.

Pode ser uma tarefa árdua, mas qual esforço não vale a pena, se temos o resultado desejado?

Garanta uma aposentadoria mais saudável. Aproveite seu tempo de descanso para viagens constantes, que te façam ver o resto do mundo que você não conseguiu conhecer em sua vida ativa.




Voltado para um público que necessita de resultados mais imediatos, mas duradouros, o programa D21, da fisioterapeuta Olivia Andriolo, tem feito sucesso entre mulheres que levam uma vida mais atribulada e não dispõem de muito tempo para frequentar uma academia! Olha os vídeos aí!
Este curso custa 297,00 e você pode adquirir após o vídeo.


Clique na imagem para assistir o vídeo


E que tal associar uma substituição de gordura por músculos? Massa magra!

 compre aqui






TENHA MAIS SAÚDE ATÉ O NATALE AINDA AJUDE QUEM PRECISA
Não fique de fora! Participe do grupo saudável para receber dicas da Revista FisioBrasil, encorajamento, exercícios, programas alimentares e tudo mais que possa te ajudar a atingir a meta de emagrecer com saúde até o natal.

Emagrecer para doar em alimentos!
 
Top