Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Medicina integral foca no autoconhecimento dos pacientes e garante resultados mais eficazes na busca pelo corpo saudável

Com o verão se aproximando, é muito comum ver pessoas desesperadas na busca pela boa forma, abusando de exercícios sem orientação e dietas milagrosas encontradas na internet, quase sempre, deixando de lado a qualidade de vida.

Todos nós sabemos que uma alimentação balanceada, aliada a prática de exercícios, são fundamentais para adquirir o corpo desejado, mas há uma série de outros fatores que devem ser levados em consideração.

Não há dúvidas que uma alimentação balanceada propicia todos os nutrientes necessários para a saúde física. Mas saúde não é só isso. Ela envolve aspectos como condições ambientais, sociais, culturais, pessoais, profissionais e inter-relacionais, além do momento de vida em que o paciente se encontra e tantos outros fatores que acabam interferindo em como essa alimentação é recebida pelo corpo e, consequentemente, o que ela causa no organismo.

“Estar com a atenção no presente momento, saboreando o alimento, percebendo a velocidade em que se mastiga, tendo a percepção dos sabores, pensamentos e ambiente em que você está, faz com que você reaja a estímulos que auxiliem na determinação de quais alimentos lhe fazem bem ou como você se sente, em termos de vitalidade, estado de espírito e digestão a determinada dieta”, afirma Dra Roberta Ribeiro, fundadora da MedIntegral, clínica especializada em tratamentos com base na medicina integral, e principal representante da modalidade no Brasil.

A MedIntegral, trabalha com o desenvolvimento da atenção plena e, na hora de orientar sobre alimentação, considera os aspectos ambientais, sociais, culturais, físicos e emocionais. Só através da medicina integral é que se consegue levar todos eles em consideração. “Em geral, sugiro que a alimentação deve ser composta por sucos verdes, 50% de alimentos crus e outros 50% de alimentos integrais com muita variedade entre legumes, frutas e frutos (tudo o que tem semente dentro), grãos, cereais e folhas verdes. No que diz respeito ao aspecto ambiental da alimentação, devemos optar pelo orgânicos que são melhores para o organismo e mais sustentáveis para o planeta”, ressalta.




Sobre a Dra. Roberta Ribeiro
Formada pela Escola Paulista de Medicina e especializada em Infectologia e várias medicinas complementares como homeopatia, antroposofia e ayurvédica, psicologia e teoria integral, com treinamento no Instituto Integral dos EUA. Atua em consultório há mais de 15 anos e fundou, em 2005, a MedIntegral, onde atua como médica de família e coach com uma metodologia própria, inovadora e inclusiva que oferece soluções clínicas integrais e a promoção do bem-estar






ATITUDE QUE MUDOU UMA VIDA



UM EXEMPLO A SEGUIR, MAS VOCÊ COMPREENDE?

Tracy Henderson, de 30 anos, de Glasgow, chegou a pesar 177 kg, quando resolveu mudar sua dieta e fazer exercícios, se tornando uma instrutora fitness recentemente. 
A mulher acordava no meio da noite, lutando para respirar devido à obesidade, e perdeu incríveis 114 kg em dois anos. 

Tracy Henderson, que agora é uma instrutora fitness, era tão gorda que não conseguia tomar banho corretamente,e nem colocar o cinto de segurança em volta de sua cintura. 
Tracy Henderson, que agora é uma instrutora fitness, era tão gorda que não conseguia tomar banho corretamente, e nem colocar o cinto de segurança em volta de sua cintura. 

Tracy Henderson era tão obesa que não conseguia tomar bando corretamente, e mudou radicalmente sua dieta para perder peso

Ela mudou sua dieta e iniciou a prática de exercícios físicos, alterando sua rotina de intimidações e preconceitos pelo peso, além da baixa estima. 


Tracy disse: “Eu era intimidada na escola e começava a comer mais para me fazer sentir melhor. Como eu era enorme, as pessoas começaram a gritar apelidos para mim na rua e até mesmo jogar as coisas de seus carros.” 

Tracy começou a ter ataques de pânico que a deixavam incapacitada, e foi diagnosticado aos 19 anos com agorafobia, um distúrbio de ansiedade que, na maioria das vezes, está associado às crises de medo. 

Ela foi repetidamente levada para o hospital devido a dores agonizantes no peito, onde os médicos disseram a ela para perder peso se quisesse viver bem. 

Depois de uma dieta de baixa gordura e se alimentando de carnes magras, legumes e frutas, Tracy rapidamente viu seu peso cair. 

Em apenas um ano ela perdeu 95 kg e sua agorafobia e a depressão tornaram-se coisas do passado. 

Ela agora pesa apenas 63 kg e acaba de se qualificar como uma instrutora fitness, a fim de ajudar os outros.

E QUE TAL UM ACOMPANHAMENTO SEMANAL, ALIADO A UM PROGRAMA DE EXERCÍCIOS E ALIMENTAÇÃO MAGRA? VEJA ABAIXO!







Sabe-se que cerca de 60% da população brasileira encontra-se acima do peso. O grau máximo desses números está situado nas grandes cidades. Pela vida corrida que as pessoas nas grandes metrópoles levam, acaba caindo no esquecimento a prática de uma vida saudável, que consiste em treinar o corpo, dia após dia.

Pode ser uma tarefa árdua, mas qual esforço não vale a pena, se temos o resultado desejado?

Garanta uma aposentadoria mais saudável. Aproveite seu tempo de descanso para viagens constantes, que te façam ver o resto do mundo que você não conseguiu conhecer em sua vida ativa.




Voltado para um público que necessita de resultados mais imediatos, mas duradouros, o programa D21, da fisioterapeuta Olivia Andriolo, tem feito sucesso entre mulheres que levam uma vida mais atribulada e não dispõem de muito tempo para frequentar uma academia! Olha os vídeos aí!
Este curso custa 297,00 e você pode adquirir após o vídeo.



Clique na imagem para assistir o vídeo


E que tal associar uma substituição de gordura por músculos? Massa magra!

 compre aqui






TENHA MAIS SAÚDE ATÉ O NATALE AINDA AJUDE QUEM PRECISA
Não fique de fora! Participe do grupo saudável para receber dicas da Revista FisioBrasil, encorajamento, exercícios, programas alimentares e tudo mais que possa te ajudar a atingir a meta de emagrecer com saúde até o natal.

Emagrecer para doar em alimentos!
 
Top