Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Como perder a barriga



Possui aquela famosa "Barriga de chope", ou "abdomen dilatado"?
Confira estas dicas milagrosas para perder aquela indesejável gordurinha localizada:




1. Corra, pedale ou nade

Exercícios aeróbicos como corrida, ciclismo e natação aceleram o metabolismo do corpo, contribuindo para a queima de gordura. Segundo Rodrigo da Silva, educador físico da academia Smart Fit, meia hora por dia de exercícios aeróbicos garante resultados visíveis depois de dois a três meses de prática regular. "Se a pessoa pode passar uma hora em uma esteira ou bicicleta, melhor ainda", explica. A intensidade varia de acordo com o condicionamento físico de cada um: sedentários devem começar com caminhadas leves até adquirir condicionamento suficiente para começar a correr e perder ainda mais calorias.

2. Não se restrinja aos abdominais

Fazer meia hora de abdominais por dia na esperança de conquistar uma barriga definida é uma prática comum nas academias. De fato, o exercício fortalece o músculo do abdômen e ajuda a corrigir a postura, mas não é suficiente para queimar a gordura da região. "O ideal é aliar os abdominais a alguma atividade aeróbica, que auxilia na perda de gordura", diz o educador físico Rodrigo da Silva. "Os músculos da barriga são mais resistentes que os outros. Por isso, eles podem ser trabalhados todos os dias, e não apenas em dias alternados."

3. Consuma açúcares e gorduras com moderação

A regra é clara: só se exercitar, sem revisar a dieta, não adianta. Para os exercícios fazerem efeito, é preciso evitar alimentos altamente calóricos, como gorduras e doces — incluindo bebidas adocicadas, como alguns sucos industrializados e refrigerantes.

4. Passe longe da cerveja

A expressão popular “barriga de chope” não é todo errada. As calorias da cerveja (cerca de 200 por copo) se transformam em gordura e se acumulam na região abdominal. Os homens, que têm mais propensão do que as mulheres para armazenar gordura no abdômen, são os principais alvos. “É claro que a barriga de chope não é um resultado só da cerveja, mas com certeza seu consumo contribui bastante”, explica o endocrinologista João Eduardo Salles.

5. Inclua fibras e proteínas no cardápio

Alimentos ricos em fibras, como frutas, legumes e verduras, e em proteínas, como ovos, peixes e carnes magras, prolongam a sensação de saciedade, diminuindo o apetite por guloseimas que podem se acumular em forma de gordura na região abdominal.

6. Arrume a postura

Ter uma postura errada pode dar a impressão de que a barriga é maior do que seu tamanho real. Exercícios que ajudam a corrigir a postura, como pilates ou ioga, não influenciam diretamente na perda de gordura, pois queimam poucas calorias, mas endireitam as costas, o que puxa a barriga para dentro.

7. Evite comidas congeladas

As comidas congeladas, além de cheias de gordura saturada, também costumam ter um alto teor de sódio para prolongar sua durabilidade. O sódio em excesso facilita a retenção de líquidos, um dos fatores responsáveis pela sensação de inchaço na barriga.

8. Mantenha uma rotina ativa

Para perder barriga, o ideal é se exercitar com regularidade, ao menos meia hora por dia. Para aqueles que não têm esse tempo disponível, manter uma rotina ativa já ajuda — um estudo de 2012 revelou que, no Brasil, o sedentarismo crescente ameaça formar a primeira geração de jovens que viverão menos do que seus pais. Alguns hábitos simples para combater o sedentarismo são trocar o elevador pela escada, estacionar o carro um pouco mais longe do trabalho do que o normal ou levar o cachorro para passear.

9. Conheça seu metabolismo

Alterações hormonais influenciam a tendência de ganhar ou perder peso. Um exemplo é o hipotireoidismo: caracterizado pela baixa produção do hormônio tiroxina pela glândula tireoide, que regula o metabolismo, a doença facilita o acúmulo de gordura no corpo. Além disso, o simples fato de ser homem ou mulher conta pontos — de modo geral, as mulheres costumam ter maior tendência a engordar, por possuir um metabolismo mais lento que o dos homens. Por isso, é importante conhecer o próprio metabolismo e conversar com um médico para receber orientações específicas

10. Combata o stress

Má alimentação e sedentarismo não são os únicos responsáveis pelo ganho de peso e, consequentemente, pelo acúmulo de gordura na região abdominal – o stress também pode surtir esse efeito, e não somente pelo fato de pessoas estressadas serem mais propensas a comer em maior quantidade. O stress induz o corpo a liberar cortisona, um hormônio que está associado à obesidade. Um estudo da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, mostrou que indivíduos mais sensíveis ao stress liberam maiores níveis de cortisona no organismo e são mais propensos a ter excesso de peso, pressão alta e níveis elevados de colesterol e açúcar no sangue.


PROGRAMA PIONEIRO DE EMAGRECIMENTO COM DICAS DE PILATES

Voltado para um público que necessita de resultados mais imediatos, mas duradouros, o programa D21, da Olivia Andriolo, tem feito sucesso entre mulheres que levam uma vida mais atribulada e não dispõem de muito tempo para frequentar uma academia! Olha os vídeos aí!


Sabe-se que cerca de 60% da população brasileira encontra-se acima do peso. O grau máximo desses números está situado nas grandes cidades. Pela vida corrida que as pessoas nas grandes metrópoles levam, acaba caindo no esquecimento a prática de uma vida saudável, que consiste em treinar o corpo, dia após dia.

Pode ser uma tarefa árdua, mas qual esforço não vale a pena, se temos o resultado desejado?

Garanta uma aposentadoria mais saudável. Aproveite seu tempo de descanso para viagens constantes, que te façam ver o resto do mundo que você não conseguiu conhecer em sua vida ativa.

E comprando o programa conosco, você ainda ganha uma consulta com nutricionista funcional (online) que valeria R$ 200,00 mas você não pagará nada por ela, bastando estar na quarta semana do programa e, muito importante, estar com seu cadastro conosco, inserindo seu e-mail no formulário abaixo. Basta nos informar e te colocamos em contato com sua consultora, uma mega nutricionista! Você vai adorar!

Preencha seus dados para comprar! Em seguida receberá as instruções do bônus!


VEJA O VÍDEO

Este curso custa 297,00 e você pode adquirir após o vídeo.



Clique na imagem para assistir o vídeo


MAIS SOBRE O D21

http://hotmart.net.br/show.html?a=T2173178H (esse é longo, assista com tempo)
Veja a proposta antes de comprar, tem bastante coisa e dicas free também!

O Programa de Emagrecimento CORPO DE 21 é o sistema IDEAL para você que quer emagrecer definitivamente de forma simples e altamente eficaz. Um curso completo de 6 semanas que você precisa no máximo se dedicar 21 minutos por dia para atingir finalmente o seu peso ideal. Foi criado para você mulher que está cansada dos mesmos modelos de emagrecimento e procura uma forma eficiente de emagrecer e não voltar a engordar!

Veja o depoimento da Dona Selma: http://hotmart.net.br/show.html?a=T2173178H&ap=f485



NO QUE SE BASEIA?

TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE FUNCIONA?



Em Que Consiste o Treino HIIT?

High Intensity Interval Training ou simplesmente treinamento intervalado de alta intensidade, como o próprio nome sugere é um programa de treinamento que consiste na execução do exercício a alta intensidade, ou seja:

Digamos que você irá fazer o HIIT na esteira:

Você terá que executar o exercício aplicando o seu máximo por um determinado período de tempo, seguido de um pré-definido “intervalo” onde será apenas reduzida a intensidade do exercício, mas você não pára até que o tempo estipulado esteja completo.

Um dos benefícios deste método de treino intervalado de alta intensidade é que mesmo após o termino da sua sessão você ainda continua queimando calorias. O conceito por trás deste treino é fazer com que a energia anaeróbica prevaleça durante o período de alta intensidade a qual fará com que sua taxa metabólica basal em repouso continue queimando calorias. Exatamente o processo necessário para reduzir o peso.

Além de ser um ótimo método de treino para perder a gordura, o treino intervalado de alta intensidade também contribui para aumentar a performance anaeróbica o qual é benéfico principalmente para aqueles que participam em corridas, ou até mesmo para aumentar a resistência física de quem treina com pesos, diminuindo o tempo de recuperação e possibilitando a execução de mais repetições. Em exercícios para as pernas por exemplo.    

HIIT não é um substituto do treinamento aeróbico, muito pelo contrário. Embora sejam ambos treino para queimar calorias, o exercício aeróbico de um modo geral ainda é a atividade física mais aconselhável para a maior parte das pessoas, principalmente para iniciantes, no entanto nada impede que este método de treino intervalado de alta intensidade seja praticado por qualquer pessoa.

Para comprovar se a teoria por trás deste método de treino realmente é eficaz, foi desenvolvido um estudo na Universidade de Macmaster no Canada onde um grupo composto pelos melhores cientistas na aérea do desporto vindos de todo o mundo, executaram um teste em atletas de elite utilizando o seguinte protocolo:

60 segundos de exercício intenso a 95% do VO2 Max seguido de um intervalo de 75 segundos durante 8 sessões. Foi constatado que em apenas 3 sessões por semana que o treino intervalado a alta intensidade proporciona resultados equivalentes a 5 horas de exercícios aeróbicos por semana a uma intensidade de 50 a 70% de VO2 Max.

Ou seja, além de ser um ótimo método de treinamento para o emagrecimento e aumento do nível de fitness, também oferece grande vantagem para aqueles que não querem ou não podem dispensar muito tempo na academia.

Com que Frequência Fazer o Treino HIIT


Ao contrário do treino aeróbico o qual requer que seja praticado entre 5 a 7 dias por semana durante pelo menos 30 minutos a uma intensidade de 50 a 90% (FCM) para melhorar a saúde cardiovascular e entre 3 a 5 dias por semana com uma intensidade de 55 a 90% da frequência cardíaca máxima e duração entre 20 a 60 minutos para melhorar o nível de fitness. 

Por serem requisitados períodos de alta intensidade embora que por curta duração, este método de treino não deve ser praticado todos os dias pois pode influenciar negativamente no ganho de massa muscular assim como resultar em overtraining.

HIITdeve ser praticado no máximo 3 vezes por semana, e principalmente deve ser intercalado para que não coincida com exercícios de musculação 

Se o seu objetivo principal for perder peso, o aconselhado será alternar entre os métodos de treinamento, por exemplo:

Faça o HIIT na segunda-feira por um período entre 15 a 60 segundos máximos, seguidos de um intervalo equivalente ou menor ao tempo escolhido (caso necessite de mais tempo para se recuperar, aumente o tempo de intervalo mantendo assim a boa forma física na execução no exercício.) repetindo a sequência por 8 series a seguir poderá fazer o treino aeróbico normalmente desde que seja a baixa intensidade.

O importante é dar o devido descanso de no mínimo 48 horas entre sessões para que os músculos se recuperem antes de voltar a fazer um treino de alta intensidade. 

TENHA MAIS SAÚDE ATÉ O NATALE AINDA AJUDE QUEM PRECISA
Não fique de fora! Participe do grupo saudável para receber dicas da Revista FisioBrasil, encorajamento, exercícios, programas alimentares e tudo mais que possa te ajudar a atingir a meta de emagrecer com saúde até o natal.

Emagrecer para doar em alimentos!
 
Top