Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Pediatra alerta para a importância do bom exemplo dos pais, que começa na mesa, durante as refeições com a família
Muitos pais relatam dificuldade para fazerem seus filhos comer lanches saudáveis na escola, especialmente pela oferta de produtos calóricos ou nada indicados na lancheira do coleguinha do lado ou na lanchonete do estabelecimento. Diante disso, buscam dicas e receitas fazer para tornar mais atraente o lanche que preparam em casa.

O pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da clínica de São Paulo MBA Pediatria, explica que metade do problema sobre o comer saudável fora se resolve se o comer saudável já acontece dentro de casa. “Se os pais têm por hábito uma alimentação regrada, equilibrada, com alimentos saudáveis em todas as refeições de sua casa, a criança naturalmente terá arraigado estes gostos e aceitará tanto uma lancheira mais saudável, quanto saberá selecionar os alimentos mais apropriados na lanchonete”.

No entanto, se os pais não praticam o exercício em casa, nunca é tarde para mudar, certo? A resposta do pediatra, também autor do Blog do Pediatra e do Livro ‘Seu bebê em perguntas e respostas – Do nascimento aos 12 meses’, é sim e que a reeducação, para ser eficiente, seja para o adulto seja para a criança, não pode ser radical e sim contemplar fases de adaptação, ajuste. Ainda assim, deve partir de dentro de casa para se estender para a lancheira.

“Uma criança ainda não adaptada ao saudável sentirá mais tentação com a bolacha recheada e o refrigerante do amiguinho ou da batatinha da cantina. Por isso, o início deve contemplar a inserção gradual de alimentos que possam se juntar a outros, até que possam ser totalmente substituídos. Outra saída, que não vejo mal em adotar, é estabelecer uma ‘folga’ à criança, estipulando um dia da semana em que ela teria a lancheira ou a cantina com alimentos que fogem daqueles considerados permitidos”, complementa.

Dr. Sylvio Renan aponta que mostrar para a criança que o lanche saudável não é chato e nem ruim, mas pelo contrário, pode ser muito divertido e gostoso, se feito com criatividade e dedicação, é outro fator fundamental para auxiliar os pais nessa missão.
Alimentos amigos da lancheira:

- Frutas: o indicado é não cortá-las, pois há a deterioração, deixando-as-pretas. Assim, prefira frutas pequenas, que possam ser mordidas inteiras;
- Suco de fruta natural ou água;
- Derivados de leite sem corantes;
- Pão ou biscoito integral, sem recheio;
- queijo minas no lugar do amarelo.

Por último, o especialista lembra: Criança vê, criança faz. Dê exemplos alimentares saudáveis e o seu filho seguirá seus passos em todas as situações”.

 




Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros:
O Dr. Sylvio Renan Monteiro de Barros, autor do livro "Seu bebê em perguntas e respostas - Do nascimento aos 12 meses". Formado pela Faculdade de Medicina do ABC, tem especializações e títulos pela Unifesp/EPM, Sociedade Brasileira de Pediatria e General Pediatric Service da University of California - Los Angeles (Ucla). Sylvio Renan atuou por quase 30 anos no Pronto Socorro Infantil Sabará e foi diretor técnico do Hospital São Leopoldo, cargo que deixou para se dedicar ao seu consultório, a MBA Pediatria, e à literatura médica para leigos.

MBA Pediatria na web:
Site: http://mbapediatria.com.br/
Twitter: http://twitter.com/#!/mba_pediatria
Facebook: https://www.facebook.com/mbapediatria
Youtube: http://www.youtube.com/user/MbaPediatria
Blog do Pediatra: http://blogdopediatra.blog.uol.com.br/
 
Top