Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Cientistas veem relação de temperaturas altas com agressões e mortes.

Trabalho revisou 60 pesquisas anteriores e publicou resultados na 'Science'.
Da France Presse


Se você sente que fica irritado quando está mais quente, você não está sozinho, aponta um estudo americano publicado na quinta-feira pela revista "Science". Segundo os autores, as temperaturas mais elevadas decorrentes das mudanças climáticas são acompanhadas por um aumento da violência.

E essa relação pode ter consequências desastrosas se o aquecimento global continuar, advertem os pesquisadores das universidades de Berkeley e Princeton, responsáveis pela revisão de 60 trabalhos anteriores nas áreas de climatologia, economia, ciência política e arqueologia.

"Acreditamos que os efeitos (que temos observado) são suficientemente importantes para que os levemos a sério e nos perguntemos se o que fizermos hoje terá influência sobre o grau de violência no mundo dos nossos filhos", afirma o principal autor do estudo, Solomon Hsiang.
De acordo com os cientistas, o calor tem um impacto direto sobre as reações fisiológicas do corpo humano e abusos de ordem criminal, como agressões, estupros, violência doméstica e mortes.

Uma das explicações para o fenômeno estabelece vínculos entre colheitas atingidas por uma seca e uma propensão maior de homens a tomar armas para garantir seus meios de subsistência.

"Os conflitos violentos podem se manifestar por uma série de razões, mas se produzem, mais frequentemente, quando o clima se deteriora", acrescenta Hsiang.



  



 
Top