Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Em 90% dos casos, doença está relacionada aos hábitos de vida do paciente

São Paulo, novembro de 2014 – De acordo com pesquisa do Ministério da Saúde, mais de 14 milhões de brasileiros acima dos 18 anos convivem com o diabetes atualmente. Os números colocam o Brasil no quarto lugar do ranking mundial de ocorrência da doença, atrás apenas dos Estados Unidos, China e Índia. O estudo ainda revela um aumento contínuo das taxas de incidência da doença na população, que passou de 5,5% em 2006 para 6,9% em 2013.

Para identificar o problema, a Sociedade Brasileira de Diabetes recomenda uma série de critérios, como os resultados dos exames de glicemia de jejum, hemoglobina glicada e curva glicêmica. “A hemoglobina glicada é um excelente exame para a detecção do diabetes e também para o acompanhamento da doença em um paciente já diagnosticado”, reforça a Dra. Myrna Campagnoli, endocrinologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica.

Segundo a especialista, as pessoas diabéticas que já estão em tratamento devem realizar este exame a cada três meses. Já para os indivíduos sem diabetes mas que apresentem algum fator de risco, , o acompanhamento deve ser feito com menos menor frequência. “O grupo de risco inclui pessoas que têm parentes de primeiro grau com diabetes, que apresentam sobrepeso e gordura abdominal, sedentários ou, ainda, que fazem uso de medicamentos de uso continuo”, comenta.
A médica ainda lembra que os sintomas mais comuns da doença são vontade de urinar diversas vezes ao dia, fome e sede constantes, perda de peso sem motivo aparente, fraqueza, alteração visual, formigamento nos pés e furúnculos.




Estilo de vida

O Dia Mundial do Diabetes, comemorado em 14 de novembro, também tem o objetivo de despertar a atenção para os hábitos saudáveis adotados no dia a dia, já que a maioria dos casos desta patologia – 90% deles – tem relação direta com o estilo de vida.  A pesquisa do Ministério da Saúde aponta que 75% das pessoas diagnosticadas com a enfermidade estão acima do peso.

A Dra. Myrna recomenda a busca por uma alimentação saudável e a prática regular de atividades físicas como aliadas na prevenção para quem não é diabético e também para os que já são diabéticos com a intenção de melhorar o controle da doença. “A rigor, todos nós devemos nos preocupar com o nosso estilo de vida. Agora, para quem tem diabetes, uma a dieta equilibrada e pratica de exercícios físicos regulares faz parte do tratamento, pois a medicação não controla a doença sozinha”, conclui a médica. 
Sobre o Lavoisier 

O Lavoisier nasceu há 60 anos em São Paulo e atualmente tem mais de 60 unidades de atendimento na Grande São Paulo e no interior do Estado. Considerado referência em medicina diagnóstica, processa exames clínicos e de imagem com qualidade, confiança, credibilidade, conveniência e tecnologia de ponta. A marca oferece ainda medicina diagnóstica com qualidade a preços acessíveis para quem não tem plano de saúde.

O Lavoisier, Laboratório da Família, é certificado OHSAS 18001, ISO 14001 e ISO 16001, College of American Pathologists (CAP) e National Glycohemoglobin Standardization Program (NGSP), além de acreditado pelo Programa de Acreditação de Laboratórios Clínicos (NGSP). 
Para mais informações acesse: www.lavoisier.com.br

Informações para a imprensa:
RMA Comunicação – dasa@rmacomunicacao.com.br
Aline Ramos –   11 2244-5970 / 98536-8149
Renata Viana –  11 2244-5953 / 98536-8259
Regina Fiore – 11 2244-5942


Renata Soller – 11 2244-5963
 
Top