Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Dormir uma boa noite de sono é essencial para recuperar energias, permitir a secreção de hormônios como a melatonina (produzido no cérebro com a chegada da noite) além de relaxar as estruturas musculoesqueléticas, tão solicitadas durante o dia. Da mesma forma, dormir mal se reflete em cansaço, mau humor, dores de cabeça, dificuldade de concentração e outros sintomas desgastantes no dia seguinte.

A postura clássica, recomendada por especialistas é a lateralizada, esquerda ou direita, uma vez que por ser semelhante à postura fisiológica humana, permite um perfeito alinhamento da coluna e evita rotações, trações e hiperextensões que sobrecarregam determinadas estruturas osteomioarticulares em detrimento de outras.

Com relação à escolha do travesseiro, o ideal é que ele mantenha a coluna cervical em uma posição neutra, não seja muito alto ou muito baixo e se acomode entre o ombro e a cabeça.
Neste aspecto vale lembrar o posicionamento dos braços, os quais devem estar à frente do corpo ou apoiados sob o travesseiro formando um ângulo de no máximo 90º. Isso porque a partir desta angulação ocorre fisiologicamente uma diminuição do suprimento sanguíneo para as estruturas do complexo do ombro o que dificulta a elevação dos braços por períodos prolongados em tarefas que exijam tal amplitude de movimento.

Mas e se você não se enquadra nesta opção, o que fazer?

A postura em decúbito ventral ou "dormir de barriga para baixo" provoca inevitavelmente uma rotação na coluna cervical na tentativa de acomodação da cabeça em um dos lados do travesseiro, podendo com isso provocar dores na coluna cervical, especialmente se o travesseiro estiver colocado na cabeça somente, sem que haja um apoio na região superior do tórax.

Uma forma de se conseguir uma boa adequação nesta postura sem que aconteça uma sobrecarga osteomioarticular é colocar vários travesseiros ao longo de um dos lados do corpo para que ele fique ligeiramente inclinado, minimizando a tensão sobre a coluna cervical.

Já o decúbito dorsal ou "o deitar de barriga para cima" com as pernas estendidas é uma opção que pode sobrecarregar a coluna lombar em função da solicitação dos músculos que atuam nas ultimas vértebras tracionando-as, aumentando a lordose lombar e predispondo a dores na região. O uso de um travesseiro baixo colocado na região lombar, uma leve flexão dos joelhos (de modo a eliminar a ação muscular sobre quadril) e um apoio adequado da cabeça, com um travesseiro que ampare a região cervical, podem aumentar o conforto nesta posição.

Um colchão firme e macio também se faz importante para que aconteça uma boa noite de sono. Uma boa dica e que pode facilitar a sua escolha está nas tabelas para orientar a densidade e resistência do produto de acordo com o peso, que algumas lojas dispõem. No caso de aquisição de colchão para casal, o certo é comprar no nível compatível com a pessoa mais pesada.

Prof. Fernanda Cerveira Fronza

 



Para obter mais detalhes sobre o assunto e conversar com nossos especialistas Fernanda Cerveira Fronza entre em contato conosco:
ATENDIMENTO IMPRENSA:
Fabiana Cardoso – Canción Produções & Comunicação
Pós-Graduação e Extensão
Fone: (11) 9.8280 4489 (TIM)
redacao@posugf.com.br ou fabiana@cancionproducoes.com.br
 
Top