Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Restrição aguda de dietas podem trazer mais malefícios à longo prazo para a saúde do que benefícios. O ideal seria associar um plano de  alimentação correta à pratica de exercícios. Dieta de baixas calorias só funciona em laboratório, diz cientista

"Acreditamos que a extensão do tempo de vida devido à restrição alimentar é mais provavelmente um produto artificial de laboratório," diz a pesquisadora.


Efeito de laboratório

Você certamente já ouviu falar que uma dieta de baixas calorias pode ajudar a viver mais.

Vários experimentos já mostraram que uma dieta muito pobre em nutrientes pode estender o tempo de vida de animais de laboratório, reduzindo a incidência de doenças da velhice e o câncer nesses animais.

Mas é melhor ficar atento, porque agora os cientistas estão dando uma outra explicação sobre por que comer menos calorias eventualmente faz viver mais.

"Este efeito foi demonstrado em laboratórios de todo o mundo, em espécies que variam de levedura a moscas e camundongos. Há também alguns indícios de que ele ocorre em primatas," comenta a Dra. Margo Adler, da Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália.

Pois a interpretação da Dra. Adler acerca dos resultados desses experimentos é simples: eles são causados pelo ambiente limpo e ameno dos laboratórios.

"Acreditamos que a extensão do tempo de vida devido à restrição alimentar é mais provavelmente um produto artificial de laboratório," diz ela.

Segundo Adler, o aumento do tempo de vida observado nos laboratórios provavelmente nunca ocorreria na natureza porque a restrição da dieta compromete a capacidade do sistema imunológico para enfrentar doenças e reduz a força muscular necessária para fugir dos predadores.

"Ao contrário das condições benignas do laboratório, a maioria dos animais em estado selvagem seriam mortos ainda jovens por parasitas ou predadores," diz ela.


Efeitos positivos para os seres humanos

Mas nem todos os experimentos foram em vão, e nem todas as notícias são ruins para os seres humanos.

Isto porque os experimentos de laboratório mostraram que a restrição alimentar também leva ao aumento das taxas de reciclagem celular e otimiza mecanismos de reparo do corpo.

A pesquisadora explica que, se sua teoria estiver correta, este efeito surge para ajudar os animais a continuarem a se reproduzir quando o alimento é escasso.

Eles precisam de menos comida para sobreviver justamente porque os nutrientes armazenados nas células podem ser reciclados e reutilizados.

É este efeito que poderia explicar o aumento do tempo de vida dos animais de laboratório submetidos a dietas muito baixas em nutrientes, pois o aumento da reciclagem celular reduz a deterioração celular e o risco de câncer.

"Este é o aspecto mais intrigante, de um ponto de vista da saúde humana. Embora o prolongamento do tempo de vida possa ser simplesmente um efeito colateral da restrição dietética, uma melhor compreensão destes mecanismos de reciclagem celular que induzem o efeito pode conter a promessa de vidas mais longas e mais saudáveis para os seres humanos," admite ela.

Então, talvez seja bom anotar aí o próximo termo da moda: reciclagem celular.


3 MÉTODOS INTERESSANTES PARA QUEM DESEJA EMAGRECER




Voltado para um público que necessita de resultados mais imediatos, mas duradouros, o programa D21, da fisioterapeuta Olivia Andriolo, tem feito sucesso entre mulheres que levam uma vida mais atribulada e não dispõem de muito tempo para frequentar uma academia! Olha os vídeos aí!


Sabe-se que cerca de 60% da população brasileira encontra-se acima do peso. O grau máximo desses números está situado nas grandes cidades. Pela vida corrida que as pessoas nas grandes metrópoles levam, acaba caindo no esquecimento a prática de uma vida saudável, que consiste em treinar o corpo, dia após dia.

Pode ser uma tarefa árdua, mas qual esforço não vale a pena, se temos o resultado desejado?

Garanta uma aposentadoria mais saudável. Aproveite seu tempo de descanso para viagens constantes, que te façam ver o resto do mundo que você não conseguiu conhecer em sua vida ativa.


Voltado para um público que necessita de resultados mais imediatos, mas duradouros, o programa D21, da fisioterapeuta Olivia Andriolo, tem feito sucesso entre mulheres que levam uma vida mais atribulada e não dispõem de muito tempo para frequentar uma academia! Olha os vídeos aí!
Este curso custa 297,00 e você pode adquirir após o vídeo.



Clique na imagem para assistir o vídeo


MAIS SOBRE O D21


http://hotmart.net.br/show.html?a=T2173178H (esse é longo, assista com tempo)
Veja a proposta antes de comprar, tem bastante coisa e dicas free também!

O Programa de Emagrecimento CORPO DE 21 é o sistema IDEAL para você que quer emagrecer definitivamente de forma simples e altamente eficaz. Um curso completo de 6 semanas que você precisa no máximo se dedicar 21 minutos por dia para atingir finalmente o seu peso ideal. Foi criado para você mulher que está cansada dos mesmos modelos de emagrecimento e procura uma forma eficiente de emagrecer e não voltar a engordar!

Veja o depoimento da Dona Selma: http://hotmart.net.br/show.html?a=T2173178H&ap=f485



 pode confiar, nós da FisioBrasil recomendamos

DICA 2

E que tal associar uma substituição de gordura por músculos? Massa magra!


 compre aqui




NO QUE SE BASEIA O D21?

HIIT - VEJA ABAIXO

TREINAMENTO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE FUNCIONA?






Em Que Consiste o Treino HIIT?

High Intensity Interval Training ou simplesmente treinamento intervalado de alta intensidade, como o próprio nome sugere é um programa de treinamento que consiste na execução do exercício a alta intensidade, ou seja:

Digamos que você irá fazer o HIIT na esteira:

Você terá que executar o exercício aplicando o seu máximo por um determinado período de tempo, seguido de um pré-definido “intervalo” onde será apenas reduzida a intensidade do exercício, mas você não pára até que o tempo estipulado esteja completo.

Um dos benefícios deste método de treino intervalado de alta intensidade é que mesmo após o termino da sua sessão você ainda continua queimando calorias. O conceito por trás deste treino é fazer com que a energia anaeróbica prevaleça durante o período de alta intensidade a qual fará com que sua taxa metabólica basal em repouso continue queimando calorias. Exatamente o processo necessário para reduzir o peso.

Além de ser um ótimo método de treino para perder a gordura, o treino intervalado de alta intensidade também contribui para aumentar a performance anaeróbica o qual é benéfico principalmente para aqueles que participam em corridas, ou até mesmo para aumentar a resistência física de quem treina com pesos, diminuindo o tempo de recuperação e possibilitando a execução de mais repetições. Em exercícios para as pernas por exemplo.    

HIIT não é um substituto do treinamento aeróbico, muito pelo contrário. Embora sejam ambos treino para queimar calorias, o exercício aeróbico de um modo geral ainda é a atividade física mais aconselhável para a maior parte das pessoas, principalmente para iniciantes, no entanto nada impede que este método de treino intervalado de alta intensidade seja praticado por qualquer pessoa.

Para comprovar se a teoria por trás deste método de treino realmente é eficaz, foi desenvolvido um estudo na Universidade de Macmaster no Canada onde um grupo composto pelos melhores cientistas na aérea do desporto vindos de todo o mundo, executaram um teste em atletas de elite utilizando o seguinte protocolo:

60 segundos de exercício intenso a 95% do VO2 Max seguido de um intervalo de 75 segundos durante 8 sessões. Foi constatado que em apenas 3 sessões por semana que o treino intervalado a alta intensidade proporciona resultados equivalentes a 5 horas de exercícios aeróbicos por semana a uma intensidade de 50 a 70% de VO2 Max.

Ou seja, além de ser um ótimo método de treinamento para o emagrecimento e aumento do nível de fitness, também oferece grande vantagem para aqueles que não querem ou não podem dispensar muito tempo na academia.

Com que Frequência Fazer o Treino HIIT


Ao contrário do treino aeróbico o qual requer que seja praticado entre 5 a 7 dias por semana durante pelo menos 30 minutos a uma intensidade de 50 a 90% (FCM) para melhorar a saúde cardiovascular e entre 3 a 5 dias por semana com uma intensidade de 55 a 90% da frequência cardíaca máxima e duração entre 20 a 60 minutos para melhorar o nível de fitness. 

Por serem requisitados períodos de alta intensidade embora que por curta duração, este método de treino não deve ser praticado todos os dias pois pode influenciar negativamente no ganho de massa muscular assim como resultar em overtraining.

HIITdeve ser praticado no máximo 3 vezes por semana, e principalmente deve ser intercalado para que não coincida com exercícios de musculação 

Se o seu objetivo principal for perder peso, o aconselhado será alternar entre os métodos de treinamento, por exemplo:

Faça o HIIT na segunda-feira por um período entre 15 a 60 segundos máximos, seguidos de um intervalo equivalente ou menor ao tempo escolhido (caso necessite de mais tempo para se recuperar, aumente o tempo de intervalo mantendo assim a boa forma física na execução no exercício.) repetindo a sequência por 8 series a seguir poderá fazer o treino aeróbico normalmente desde que seja a baixa intensidade.

O importante é dar o devido descanso de no mínimo 48 horas entre sessões para que os músculos se recuperem antes de voltar a fazer um treino de alta intensidade. 





Aceite esse desafio:  http://bit.ly/desafiopip

- fonte:fitnessesportenutricao.com



 
Top