Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético





Um estudo conduzido por pesquisadores da Harvard School of Public Health (EUA), descobriu que o aumento do consumo de café pode reduzir o diabetes tipo 2. A análise foi publicada dia 28 de abril na revista Diabetologia. A equipe extraiu dados de três grandes estudos, cobrindo um período de 20 anos. 
Os grupos analisados foram:
48.464 mulheres que participaram do Brigham and Women’s Hospital-based Nurses’ Health Study (1986-2006);
47.510 mulheres do Nurses’ Health Study II (1991-2007);
27.759 homens que participaram do Health Professionals Follow-up Study (1986-2006).

As dietas dos participantes foram avaliadas por meio de questionários a cada quatro anos. Além disso, as amostragens preencheram questionários adicionais, nos quais relataram ter ou não diabetes tipo 2 ao longo dos anos. No total, 7.269 participantes do estudo desenvolveram diabetes tipo 2.

Os autores descobriram que os participantes que aumentaram a sua ingestão de café por mais de uma xícara por dia (em média, um aumento de 1,69 xícaras por dia) durante um período de quatro anos teve um 11% menor risco de tipo 2 diabetes ao longo dos quatro anos subsequentes, em comparação com pessoas que não mudaram a sua ingestão. Ou seja, aquelas pessoas que iniciaram o estudo tomando apenas uma xícara de café por dia, mas que passaram a tomar duas ou três até o fim do estudo apresentaram redução no risco.

Além disso, as pessoas que reduziram o seu consumo diário por mais de uma xícara de café (em média, uma redução de duas xícaras por dia) apresentaram um risco 17% maior de diabetes tipo 2. No estudo, “um café” foi definido como sendo 8 onças (aproximadamente 230 ml) de café preto, que poderia ter uma pequena quantidade de leite ou de açúcar .

Esses resultados demonstram ainda que, para a maioria das pessoas, o café pode ter benefícios para a saúde. Mas, segundo os autores, o café é apenas um dos muitos fatores que influenciam no menor risco de diabetes, sendo mais importante manter uma dieta adequada, praticar exercícios e evitar vícios como álcool e tabaco.
 
Top