Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

Estudo demonstrou que a vitamina C aumenta a contagem de espermatozoides e melhora o formato dos gametas em homens que até então possuíam uma contagem de espermatozoides inferior ao normal ou ao esperado.


O estresse da vida moderna aumenta a ação oxidativa no corpo humano que pode ser compensada com o consumo de antioxidantes. Essas substâncias são encontradas em diversos alimentos que devem ser incluídos numa alimentação diária, como frutas, verduras e peixes.

A especialista em reprodução humana assistida, Lillian Silvestre Califre, diretora clínica da Art Rede de Reprodução Humana, destaca que para o homem é importante ter uma alimentação rica em antioxidantes com vitaminas C e E (frutas, verduras, legumes, sementes o oleaginosas), selênio (castanha do Pará, farinha de trigo, etc), zinco (ostras, tomates, carnes de boi e peru, amêndoa), coenzima Q10 (cereais, soja, castanhas), betacaroteno, licopeno (tomates, cenoura, abobora), astaxantina (crustáceos vermelhos e salmão), antocianidina (vegetais com tonalidade vermelha ou roxa, como a berinjela, frutas vermelhas e ameixa), N-acetil- cisteina (aves, suínos, iogurte, ricota e cottage, legumes), ácido fólico (fígado, lentilhas), vitamina B12 (fígado, mariscos e ostras), vitamina D e ômega 3 (peixes, chia e linhaça).

Os antioxidantes combatem os radicais livres produzidos por diversas reações químicas dentro do corpo humano. O espermatozoide é sensível ao dano causado pelo excesso de radicais livres.
Um estudo feito em Madrid (Espanha), com jovens universitários, demonstrou que o consumo de antioxidantes contribuiu para o aumento do volume do sêmen e da motilidade dos espermatozoides. A vitamina C aumentou a contagem de espermatozoides e melhorou o formato dos gametas em homens que até então possuíam uma contagem de espermatozoides inferior ao normal ou ao esperado. A vitamina E e o selênio também melhoraram a qualidade do sêmen e protegeram a motilidade dos espermatozoides em homens inférteis. A conclusão do estudo foi a de que algumas características do sêmen são positivamente influenciadas pelo consumo de antioxidantes presentes nos alimentos.

“As mulheres com endometriose devem ingerir quantidades significativas de alimentos com antioxidantes para diminuir o estresse oxidativo, como também evitar jejuns prolongados”, alerta Califre.

Uma dieta ideal apresenta pouca gordura trans e proteína animal. O correto é conter gordura e proteína vegetal, fibras, carboidratos de baixo índice glicêmico e lácteos, integrais e não desnatados. “O excesso de gordura também afeta a ovulação por causa da sensibilidade à insulina, aumento de hormônios masculinos e de leptina”, explica a especialista.

 

Art Rede de Reprodução Humana – estabelecida na capital paulista, o serviço foi fundado com a chancela do Fertility Medical Group e do Grupo Origem, duas das maiores clínicas do Brasil e da América Latina. A clínica surge como uma real possibilidade para casais com menor poder aquisitivo, que agora podem realizar tratamentos de infertilidade pela metade do valor praticado pelas clinicas brasileiras, além de contar com toda a medicação inclusa ao tratamento.
 
Top