Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético



Como o próprio nome da doença já indica, é uma infecção provocada pela presença de microorganismos (bactérias, vírus ou fungos) em algum dos órgãos integrantes do sistema urinário, como rins (pielonefrite), bexiga (cistite), uretra (uretirte) e próstata (prostatite).

Alguns casos são assintomáticos, mas, em geral, o paciente queixa-se de dor ao urinar; ardência na uretra durante a ida ao banheiro; vontade súbita ou dificuldade para iniciar a micção; necessidade de urinar várias vezes ao dia, sempre em pequenas quantidades; cor alterada, muitas vezes pela presença de sangue; odoro desagradável da urina. Vale lembrar que a ocorrência de náusea e vômito, acompanhados de febre alta, pode indicar a existência de infecção urinária de maior risco, na qual o rim é afetado.

Ao perceber qualquer um desses sintomas, é recomendado consultar um médico especializado para a realização de exame clínico e de urina, a fim de detectar a presença de bactérias. Também pode ser solicitada urocultura, procedimento em que amostras da urina são submetidas à cultura para identificação exata do agente causador da infecção. Quando se trata de crianças e de pessoas que apresentam diversas intercorrências da doença, podem ser solicitados exames como ultra-sonografia e topografia com contraste das vias urinárias.

O tratamento, por sua vez, é feito à base de antibióticos orais, nos casos menos complicados, ou intravenosos, quando a infecção bacteriana acomete um ou ambos os rins, e pode durar de três a 14 dias.
 
Top