Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Alguns alimentos e bebidas, por mais saborosos e disponíveis no dia a dia de qualquer pessoa, são verdadeiros sabotadores de uma dieta saudável. Seja para controlar o peso ou mesmo para equilibrar os nutrientes de sua alimentação, conheça os maiores vilões de qualquer cardápio e fuja dessas ameaças calóricas com pouco valor nutricional.

Frituras

Você sabia que um mísero grama de gordura armazena 9 calorias em seu corpo? Imagine que a batata frita, que já conta com as calorias naturais dos carboidratos, engorda muito mais quando passa pelo processo de fritura. Quanto mais tempo o alimento passa imerso em óleo quente, mais calórico ele se torna, pois absorve gordura durante o processo. Além de engordar, as frituras estão diretamente relacionadas às doenças do coração. Sem mais apresentações, fuja das frituras!

Alternativa: preparar os alimentos sem adição de gordura (como por exemplo, em grills, fritadeiras sem óleo e fornos elétricos.

Doces

Esse é o ponto fraco da maioria das pessoas, e só tendo muita força de vontade para reduzir o consumo de açúcares ou riscar os doces do cardápio de vez. Além da alta concentração de açúcar, muitos doces ainda levam gordura em sua preparação, potencializando os estragos para qualquer dieta. Brigadeiro, beijinho, musses e bolos cremosos com cobertura são exemplos de bombas calóricas.

Alternativa: para matar a fissura por doces, prefira sempre as frutas, que contém baixa concentração de açúcares naturais.

Pizza

Mesmo uma única fatia dessa tentação pode ser uma ameaça à dieta. Além dos carboidratos vazios de sua massa (rica em farinha de trigo branca refinada), o recheio nunca vem sem adição de muito sódio ou gorduras. Os queijos gordurosos e embutidos salgados são as estrelas dos tradicionais sabores de pizza, o que faz dela um combo de calorias vazias.
Alternativa: quando não houver mais opções para a refeição, prefira sempre a pizza de atum ou de legumes. Dá para preparar uma pizza de frigideira com recheios hipocalóricos (atum, frango desfiado, legumes, folhas e queijo branco) utilizando massa de tapioca em vez da massa de farinha.

Pão branco, bolos industrializados e biscoitos

Eles são fontes de carboidratos refinados, que além de calóricos, aumentam a taxa de açúcar no sangue e não saciam a fome por muito tempo, já que são digeridos muito rápido pelo organismo. Além disso, para manter sua textura e sabor, são aditivados com conservantes e aromatizantes artificiais, incluindo a temida gordura hidrogenada (a gordura trans, que engorda e aumenta os riscos de doenças cardiovasculares).

Alternativa: alimentos feitos de farinha integral e grãos frescos. Dê uma chance à tapioca!

Bebidas Alcoólicas

Quem quer perder peso também não pode se render aos drinks e cervejas no final de semana. As bebidas alcoólicas têm muitas calorias e açúcares. Além disso, o álcool em excesso causa a desidratação das células.

Alternativa: continue dando preferência aos sucos de frutas sem açúcar e outras bebidas naturais.

Frios, Embutidos e Carnes processadas


Até mesmo o “inocente” peito de peru tem grandes concentrações de sódio e outros aditivos. Os frios e embutidos são alimentos processados quimicamente, com grandes quantidades de sal e gorduras. Passe longe de salame, mortadela, presunto, queijos gordurosos, salsichas, linguiças de qualquer espécie, nuggets e hambúrgueres.


Alternativa: carne magra fresca (peito de frango e alcatra sem gordura) e peixes. Para um sanduíche saudável, prefira o atum.

Sorvete

Por mais que eles sejam saborosos, aqui vem uma notícia bem desagradável sobre um dos doces mais amados do planeta: a maioria dos sorvetes de massa não passa de gordura hidrogenada congelada, aditivada com sabores e açúcar. Não há como fugir dessa realidade.

Alternativa: picolés de frutas naturais, sem açúcar.

Refrigerantes

São riquíssimos em açúcar, aditivos químicos e calorias. Mesmo as versões zero açúcar acabam mantendo uma alta concentração de sódio. Pense duas vezes antes de se render a um copo de refrigerante, independentemente do sabor.

Alternativa: sucos naturais de frutas, sem açúcar.

Sucos de caixinha 

Infelizmente, assim como os refrigerantes, os sucos de caixinha também não são a opção mais saudável para matar a sede ou acompanhar suas refeições. A maioria dos sucos prontos tem níveis elevados de açúcar, corantes, aromatizantes e outros conservantes químicos. Assim como no caso dos refrigerantes zero açúcar, os sucos processados sem açúcar também apresentam grande quantidade de sódio.

Alternativa: como os sucos prontos sem conservantes e açúcares são muito raros (mas existem), prefira sempre suco de frutas natural, água de coco natural, chás gelados preparados em casa e água.

Sal

Não adianta cortar açúcar e gorduras da dieta e esquecer-se do poder devastador do sal. O excesso de sódio na alimentação motiva, além de retenção hídrica (o famoso inchaço), o surgimento de doenças cardiovasculares. O sódio que ingerimos não está somente nas pitadas de sal que colocamos em nossas receitas, mas na maioria dos alimentos industrializados, mesmo doces. O leite em pó, por exemplo, conta com quantidades consideráveis de sódio, isso sem contar os molhos e temperos prontos, caldos, sopas, alimentos congelados, entre outros.

Alternativa: fique sempre de olho na tabela nutricional dos alimentos prontos, e sempre dê preferência aos temperos naturais, como alho e ervas frescas, além de ter sempre moderação na hora de utilizar o sal.

Mudando os hábitos

Pode parecer difícil no começo, mas reduzir ou até banir esses alimentos do cardápio trarão uma dieta equilibrada, mais favorável à perda de peso e com diversos benefícios para sua saúde. Isso vai se refletir tanto na disposição física quanto na aparência da pele, cabelos e até na resistência das unhas. Comece com passos pequenos, e diga um “não” por dia. Logo, os bons resultados da eliminação das calorias vazias serão visíveis e ficará cada vez mais fácil recusar essas armadilhas gastronômicas.
 
Top