Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético



Confira 7 mitos e verdades sobre o alimento mais gostoso do mundo.

Se há uma época em que todo mundo se sente liberado para comer o tanto de chocolate que quiser, esta época é a Páscoa. Com a oferta imensa de ovos, barras e novas invenções envolvendo o alimento, fica difícil resistir à tentação. Mas será que este, que é um dos mais deliciosos alimentos do mundo, pode ser consumido sem moderação? E qual o melhor tipo? Será que ele causa algum mal à saúde? E as crianças, será que elas podem comer um ovo inteiro sem que isso tenha consequências para seu organismo?

Chocolate ajuda a melhorar a TPM?
Mulheres, eis uma boa notícia. De acordo com os médicos, uma barrinha do seu chocolate favorito pode, sim, acalmar os sintomas da tensão pré-menstrual — e não só isso. "Mais que uma simples sobremesa, o chocolate oferece inúmeras propriedades: acalma a TPM, age como antidepressivo transitório, diminui o LDL (colesterol ruim) e aumenta o HDL (colesterol bom), diminui o risco de doenças cardíacas e ainda atua como antioxidante e antienvelhecimento", explica Sylvana Braga é nutróloga, reumatóloga, fisiatra e especialista em prática ortomolecular.

Crianças pequenas podem comer chocolate? 
O ideal é esperar até os dois anos de idade, para evitar o risco de reações. “Quando oferecido antes disso, o chocolate pode ocasionar manchas na pele, tosse e secreção das vias aéreas", orienta a coordenadora do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera de Brasília – Pistão Sul, professora Denise Utsh. "Como, em geral, contém açúcar e leite na sua composição, o chocolate poderá dar gases e até desconforto abdominal, se for consumido em excesso. Em bebês, pode levar a alterações das papilas gustativas — o que posteriormente leva a dar preferência a alimentos doces e recusas a alimentos salgados.”

Chocolate engorda?
Infelizmente, sim. Isso porque se trata de um alimento rico em açúcar e gordura, o que favorece o ganho de peso. "Com isso, tome cuidado com os excessos, especialmente porque o chocolate está disponível em grandes quantidades neste período", orienta a coordenadora do curso de Nutrição da Universidade Cruzeiro do Sul, Ligia Lopes.

O chocolate é afrodisíaco?
Por liberar endorfina, substância que potencializa a sensação de bem-estar e energia, o chocolate pode ajudar a apimentar a relação. O alimento era considerado, pelos astecas, a bebida da fertilidade por possuir substâncias estimulantes que proporcionam bem-estar, força e vitalidade.

Chocolate pode viciar? 
Por conter cafeína substâncias que estimulam o desejo, o chocolate é, sim, considerado um alimento com poder viciante. Em sua composição há cafeína, que tem poder estimulante, teobromina, que exerce efeito sobre o sistema nervoso, e a feniletilamina, substância associada ao bom humor e com ação antidepressiva. Além disso, o alimento ainda oferece uma sensação de recompensa e regular o humor, o que acaba gerando a famosa vontade de consumir chocolate.

Chocolate diet é mais saudável? 
A versão diet do doce, embora seja isenta de açúcar, é rica em gorduras e tem tantas calorias quanto o chocolate normal. Para um baixo teor de calorias, prefira a versão light — o produto diet é mais apropriado para diabéticos.

Chocolate branco é mais calórico? 
Uma barra de 30 gramas de chocolate branco tem 156 kcal, enquanto uma de chocolate ao leite tem 137 kcal. O chocolate amargo neste ponto é o grande vencedor, com apenas 125 kcal.
 
Top