Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


A fonoaudióloga e coach Mirella Guilhen traz cinco orientações importantes para que os profissionais de todas as áreas de atuação usem sua voz como aliada para conquistar objetivos e valorizar suas carreiras.

Quando pensamos na voz como instrumento de trabalho, logo nos lembramos de profissionais como cantores, atores, professores, palestrantes, apresentadores vendedores, que as usam como uma das principais ferramentas em suas áreas de atuação. Mas a verdade é que praticamente em todas as profissões a voz é nosso instrumento para comunicar o que pensamos, sentimos e desejamos.

Segundo dados da Academia Brasileira de Laringologia e Voz (ABLV) mais de 70% da população ativa têm na voz o instrumento de trabalho mais exigido, mesmo que ela não seja o foco de suas atividades. Por isso mesmo, é preciso que despertemos para o fato de que, para que possamos nos comunicar de maneira clara, efetiva e assertiva é preciso muito mais que conhecimento técnico ou palavras adequadas. É necessário que nossa voz tenha a entonação adequada e seja capaz de transmitir as impressões e emoções condizentes com cada uma das situações nas quais a utilizamos. 

Quando isso não acontece, os prejuízos profissionais podem ser incalculáveis.

Você consegue imaginar o quão prejudicial é para um gerente de equipe, ter conhecimento técnico, mas não passar firmeza para os seus liderados ao se comunicar? Como pode ser desagradável ser atendido por telefone ou pessoalmente por um recepcionista que não passa simpatia pela voz ou que para falar, precise fazer muito esforço para a voz ser emitida e ser clara? Ou ainda, ser representado por um advogado que, ao defender nossa causa, não transmite segurança e confiança ao falar?

Para a fonoaudióloga e coach Mirella Guilhen, é fundamental alinhar o que se quer comunicar, com o que de fato está comunicando. Ela explica que nós fazemos isso através das nossas diversas formas de expressão, como vocal, verbal, escrita, comportamental, postural, emocional... “Todas essas formas de expressão geram imagens que podem contribuir ou prejudicar nossos objetivos. Somos claros quando alinhamos o que pensamos, com o que sentimos e fazemos e, sem dúvidas, a voz tem um impacto muito grande na formação da nossa imagem pessoal e também profissional “, complementa.

Para Mirella, todo profissional deveria parar para pensar sobre quais são as imagens e até traços de personalidade que a sua voz revela e avaliar se isso, de fato, está coerente com o que deseja transmitir.

Na semana que marca o dia internacional do trabalho, Mirella Guilhen traz cinco orientações importantes para que os profissionais de todas as áreas de atuação usem sua voz como aliada para conquistar objetivos e valorizar suas carreiras:

1. Preste atenção na respiração 
O ar é o combustível da voz, sem ele a voz não pode ser produzida. Portanto, para a voz ser produzida de maneira saudável e confortável, é essencial cuidar da respiração. Evite falar por muito tempo sem inspirar. Durante sua fala, faça pequenas pausas para breves recargas de ar. Essa coordenação entre respiração e fala traz mais conforto ao falar, garante uma voz clara do começo ao fim da fala e evita que a voz passe uma imagem de ansiedade, por exemplo. 

2. Articule as palavras
A articulação adequada é fundamental para que nossa voz seja emitida e modulada de maneira clara e precisa. “Mastigar” bem as palavras ao falar, passa segurança, firmeza, credibilidade, clareza e confiança. 

3. Cuide de sua postura
A postura corporal influencia muito nossa produção vocal. 
Mantenha sua postura ereta ao falar: relaxe os ombros, abra o peito, mantenha o queixo em um ângulo de 90º com o chão. A voz reage a essa postura de maneira confiante e, desta forma, você também fica mais confiante.

4. Perceba as emoções que sua voz transmite
Nossa voz é um canal de passagem para nossas emoções, mas nem sempre elas estão alinhadas. É importante verificar se existe coerência entre o que você quer transmitir pela sua voz e o que você realmente transmite. 
Uma dica para é gravar sua voz e ouvi-la buscando identificar quais pontos te agradam e quais te desagradam. Esse é um princípio elementar para iniciar um trabalho de aprimoramento vocal. Pergunte-se: Sua voz tem te favorecido em seu ambiente de trabalho? Quanto mais consciente você estiver, maior sua possibilidade de escolha e mudança.

5. Consulte um profissional especializado
Consulte um fonoaudiólogo que trabalhe com aprimoramento vocal. Ele irá te ajudará a identificar, desenvolver, aprimorar e adequar sua voz ao seu contexto de trabalho. Ter uma voz alinhada com seus objetivos é um grande passo em direção ao crescimento pessoal e profissional.

 
Top