Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Vale a pena?
Quem na vida não teve vontade de perder peso, graças a regimes? Cerca de 3 pessoas sobre 5 fizeram regime e, somente em 5% dos casos, os resultados foram positivos a longo prazo.

Com tantas variantes nesta pesquisa sobre emagrecimento, nós temos o direito de perguntar se eles são realmente tão úteis quanto parecem. Não estamos nos referindo aos regimes obrigatórios quando se trata de saúde.

Um corpo esbelto, perfeito: quem não sonha em ter? Mas se para isto for preciso regimes radicais, sacrifícios, você faria? Seá que vale a pena?

Os regimes muito Draconianos
Já é difícil de se dizer: " vamos, agora é a vez, eu deixo a Nutella!" para que nos venham dizer que todo o resto ou quase tudo é para banir de nossa alimentação. Portanto dizemos NÃO à frustração, já é difícil lidar com os quilos a mais, não é hora de acrescentar uma depressão como brinde.

O regime é como o casamento: É Para Sempre!
Infelizmente, sabemos que, com relação aos regimes, nem vale a pena começar, se não estamos preparados para mantê-los para sempre... (está escrito em letrinhas minúsculas no manual). Imagine, nada de caipirinha com os amigos, nada de feijoada nos fins de semana, nada de tira-gostos com cervejinha... Estamos de acordo, não dá para imaginar!

Caímos no efeito "IOIÔ"

O efeito "ioiô" ou "sanfona", conhecemos bem. Todos tivemos um dia a surpresa, depois de semanas de abstinência em direção à chamada "má comida", o momento de repente mergulharmos de novo nela, de uma maneira incontrolável. As consequências: quilos recuperados tão rápido como se recupera um boomerang e um guarda roupa que cobre nosso corpo com um ar de déjà-vu.

600 calorias por dia? Em marte. Talvez!
É certo que baixando mais da metade de nossas quotas alimentícias por dia, chegamos a perder peso naturalmente. Mas considerando o ponto de vista saúde, não é um bom caminho a seguir. Além do mais, nos reencontramos frequentemente numa fase de comer tudo, de tão carente que o nosso corpo fica.

Saímos menos
Ficamos bastante sozinhos quando fazemos um regime e é preciso dizer que nossa turma não é nunca partidária. Detalhes que fazem as coisas bem difíceis numa noite no restaurante ou num barzinho. Por conta disso, facilmente nos deparamos com a pergunta: "Hoje você está mais para "cenoura ralada" ou pizza? Quero saber se eu vou ou não"...

Quebramos o orçamento
Certos regimes pedem, além da mudança de hábitos alimentares, mudanças no modo de vida. Em resumo, aqueles que são ricos em proteínas furam sua bolsa mais rápido que as liquidações. Enquanto que outros, lhe mandam em direção a alimentos desconhecidos na lista de sua geladeira. Queremos sim descobrir coisas novas mas não é preciso se arruinar para isto. Exemplos: a alga spiruline, certos peixes, o purê de amêndoas, os grãos de abóbora ou os green smoothies (sim, sim estão na moda), o goji berry e muitos outros.

Adeus coisas gostosas
Adeus torta de limão, massas com pesto, tiramisu, pizzas e todas as outras delícias que nós nos permitíamos antes do regime. Sim, fazer uma dieta tem, frequentemente, uma conotação de "privação" e isto acontece, mesmo se ela é temporária (para alguns). Mais vale se limitar do que se privar para sempre, é melhor para o corpo e para o espírito.

Hulk você vai ficar...

É bem conhecido... o regime dá fome! Você se lembra daquela vez em que você se precipitou sobre aquela torta deliciosa de sua vizinha no restaurante? Sim, é disto que estamos falando, a fome nos deixa fora de controle quando ela não é saciada.

Nosso Bumbum fica feliz mas não nossas Papilas
Quem diz regime diz adeus ao açúcar, às gorduras por um bom tempo. Sem eles, onde nós vamos extrair a energia que precisamos para ficar em forma. Guarde na memória que o açúcar tem papel importante também no humor... Ninguém quer se tonar "o mau humorado do escritório" só porque ficou privado do chocolate...

Carências nutricionistas 

Os regimes restritivos levam muito frequentemente a carências em nutrientes essenciais para o corpo. As mais comuns são as vitaminas essencialmente presentes nos alimentos ricos em gorduras como a vitamina A e a vitamina D.
 
Top