Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


A ingestão da frutose resultou em uma maior atividade nas áreas de recompensa do cérebro

O açúcar das frutas, a frutose, pode deixar as pessoas com mais fome e desencadear desejo por alimentos mais saborosos. Essa é a conclusão de uma pesquisa da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos. Os dados são do jornal Daily Mail.

O levantamento analisou 24 homens e mulheres. Em uma ocasião, todos consumiram uma bebida adoçada com frutose, enquanto, no outro dia, beberam algo adoçado com glicose, açúcar encontrado em quase todos os carboidratos, incluindo o pão. Por meio de exames de sangue e cerebrais, os voluntários foram monitorados ao ver imagens de alimentos, como pizza, e de objetos, como lâmpada.

A ingestão da frutose resultou em uma maior atividade nas áreas de recompensa do cérebro, maiores classificações de fome e mais desejo por comida. “A frutose não estimula hormônios, como a insulina, que são importantes para ajudar a se sentir satisfeito”, disse a pesquisadora Kathleen Page.

E nem uma recompensa financeira fez com que os voluntários desistissem de comer depois. “Nós demos a escolha entre ser servido com comida saborosa imediatamente após o estudo ou receber dinheiro que seria enviado um mês depois. Quando os participantes consumiram frutose, tinham maior disponibilidade para desistir do dinheiro e obter alimentos de alto teor calórico imediatos, em comparação com quando consumiram glicose.”

Cortar frutas do cardápio definitivamente não é uma boa aposta, porque são saudáveis. “A melhor maneira de reduzir a ingestão de frutose é diminuir o consumo de adoçantes adicionados, que são a principal fonte de frutose na dieta americana”, comentou a pesquisadora.

 
Top