Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Doença atinge principalmente homens entre 30 e 40 anos

Sintomas de todos os problemas cardíacos são similares, por isso é essencial consultar o médico

Cansaço, falta de ar, dificuldade para subir escadas e praticar atividades físicas, inchaço nos pés, abdômen e tornozelo, palpitações no coração e arritmias são sinais de insuficiência cardíaca, doença que mata 50 mil pessoas por ano no País, segundo a SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia). Reduzir a ingestão de sal e líquidos, caminhar três a quatro vezes por semana e inserir hábitos saudáveis na rotina ajudam a controlar a doença.

A doença é caracterizada pela incapacidade do coração de bombear sangue rico em oxigênio em quantidade suficiente para o organismo, afirma Paulo Chaccur, cardiologista do Hospital São Luiz Morumbi. 

— Um coração saudável bombeia em média 3,5 litros de sangue por minuto, enquanto no órgão doente os níveis do fluxo sanguíneo variam de 2 litros a 2,5 litros por minuto. 

Cientistas regeneram músculos do coração com estímulo hormonal 

O especialista ressalta que os sintomas são praticamente os mesmos de qualquer doença cardíaca, por isso a importância de consultar um médico caso o paciente sinta alguma mudança no organismo.

Hábitos de vida não saudáveis (tabagismo, consumo excessivo de bebidas alcoólicas e sedentarismo), diabetes, hipertensão e colesterol alto podem desencadear ou contribuir para um quadro de insuficiência cardíaca, conta Chaccur. 

— Pacientes que já apresentam doenças cardíacas, como obstrução nas artérias coronárias e arritmia, tem mais chance de ter a doença. 

Mulher divorciada tem 2 vezes mais chances de ter ataque cardíaco, diz estudo  Insuficiência cardíaca mata 50 mil por ano, afirma estudo

O tratamento é determinado de acordo com o quadro e histórico de saúde de cada paciente. De acordo com o especialista, mudanças de hábitos também fazem parte desse processo e são essenciais para que a doença não evolua. 

O cardiologista dá algumas dicas para quem apresenta quadro de insuficiência cardíaca:

— Reduzir o consumo de sal; 

— A ingestão de líquido não deve ser superior a 800 mililitros por dia.  O líquido absorvido pelo organismo passa diretamente para a circulação, aumentando, consequentemente, a sobrecarga do coração. O médico alerta que a recomendação é apenas para cardiopatas com insuficiência cardíaca e reforça, ainda, a importância do acompanhamento médico. 

— Caminhe em locais planos por 30 minutos de três a quatro vezes por semana. Praticar este tipo de exercício melhora da circulação sanguínea, permitindo que o coração bombeie o sangue com mais facilidade. 

Fonte: R7-Saúde
 
Top