Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Batata frita todo dia? Embutidos estão sempre presentes na lista de compras? Cuidado, você pode envelhecer mais cedo

Os alimentos poder ser grandes aliados da saúde. Mas, quando se faz a opção errada, eles podem acelerar o processo de envelhecimento do corpo e fazer com que o organismo não funcione bem como deveria. De quebra, esses problemas são sentidos literalmente na pele, que perde o viço, fica oleosa e com rugas.

Veja alimentos fazem mal ao corpo e procure não fazer do consumo deles um hábito:

Doces
Um pouco de açúcar por dia não vai fazer ninguém envelhecer, mas o hábito de comer muito açúcar, seja em bebidas ou em doces (como aquele brigadeiro de todo dia), é danoso para o corpo e para a pele. Isso acontece porque os picos de açúcar no sangue fazem com que o pâncreas trabalhe mais, liberando o hormônio insulina, que é responsável por retirar esse açúcar da circulação. Como ele é transformado em energia e normalmente a pessoa não vai gastar toda essa produção, a energia será estocada em forma de gordura. E gordura gera processos inflamatórios no corpo que o fazem envelhecer.

Além disso, algumas reações químicas do açúcar no corpo prejudica o colágeno. O resultado é uma pele envelhecida e flácida. Se você não quer isso para o futuro, controle a ingestão de açúcar e procure acabar com aquela vontade contínua de comer doces com os açúcares naturais das frutas.

Álcool
Sabe aquela história de que beber uma taça de vinho tinto por dia ajuda a preservar a saúde e vitalidade do coração, prolongando a vida? Procede, mas se você desejar seguir essa recomendação, basta uma taça de vinho, já que não é o álcool contido nele que vai fazer esse processo, e sim o resveratrol, que é o composto que dá a cor para as uvas, além de outros.

Beber álcool em excesso intoxica o fígado, que, por sua vez, tem de trabalhar exaustivamente para metabolizar a substância química sem afetar o resto do corpo. Quando ele não consegue dar conta de todo o trabalho, o corpo sofre com as consequências e, além de todos os sinais físicos de que algo não anda nada bem, a pele também reflete os danos. E o corpo envelhece mais rápido.

Gordura
É necessário saber que ninguém vive sem gordura, já que em quantidades certas ela é fundamental para o funcionamento do corpo. Em excesso – principalmente as saturadas - porém, acaba aumentando o colesterol ruim do corpo e se depositando nas artérias. Com isso, o coração sofre ao ter de trabalhar mais para compensar e os problemas cardiovasculares aparecem.

Órgãos que trabalham exaustivamente para anular erros na dieta acabam “se cansando” e envelhecendo mais cedo.  Além disso, segundo algumas pesquisas, o excesso de gordura afeta o cérebro e acaba destruindo neurônios.

Alimentos processados
Quanto mais alimentos naturais, melhor. Quando a pessoa opta por ingerir alimentos industrializados, como embutidos, o corpo reclama. No começo, silenciosamente. Com a insistência na alimentação errada, aparece a hipertensão, os problemas renais e cardiovasculares. Isso acontece porque eles são carregados de conservantes nocivos à saúde, que podem causar inflamação que envelhecem o corpo e a pele. Reduzir o consumo de alimentos desse tipo é fundamental para a harmonia do corpo.

Muito sal ou sódio
Uma pessoa poderá dizer que não coloca muito sal na comida, mas é preciso observar também o sódio contido nos alimentos industrializados. Apesar do gosto doce, um biscoito recheado carrega muito sódio. Esse sódio é usado não para salgar, mas para conservar o alimento. Refrigerantes também podem conter sódio, daí a importância sempre de ler rótulos.

Para uma boa saúde, melhor seguir a recomendação da Organização Mundial da Saúde: ingerir até máximo 2000 mg de sódio por dia, o que equivale a 5 gramas de sal (aproximadamente uma colher de chá). Mas cuidado: nada de parar completamente de comer sal. Na quantidade certa ele é importante para o equilíbrio eletrolítico corporal.

Fonte: MinhaVida/Saúde
 
Top