Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


É amplamente conhecido que uma dieta saudável é rica em vegetais e que os atletas têm, geralmente, hábitos alimentares mais saudáveis do que uma pessoa normal. Apesar disso, até 2009 os benefícios do suco de beterraba não chamavam tanto a atenção de atletas. Desde então, os atletas de elite têm investido na beterraba.

Alguns anos após a primeira pesquisa publicada, há uma maior compreensão de como e por que o vegetal aumenta o desempenho e como pode-se obter os vários benefícios da beterraba. Este texto mostrará para que serve a beterraba, em termos de saúde. Serão apresentados algumas propriedades e benefícios da beterraba.

Um pouco sobre a beterraba

As beterrabas são um alimento antigo, que cresce naturalmente ao longo das costas do norte da África, 

Ásia e Europa. Originalmente, eram as folhas de beterraba que foram consumidas. A raiz de beterraba, que a maioria das pessoas entendem como a “beterraba”, não foi cultivada até a era da antiga Roma. 

Hoje, o alimento é uma matéria-prima comum usada para a produção de açúcar. Todavia, muitas pessoas estão perdendo por não incluí-las de forma integral na sua dieta regular.

Há uma boa razão para fazê-lo. De fato, há uma variedade de nutrientes exclusivos e benefícios da beterrada para a saúde, e você pode não estar recebendo-os de outro lugar. Uma xícara de beterraba fornece aproximadamente (em valores diários recomendados):

- 60 calorias;
- 4 gramas de fibra;
- 2,5 gramas de proteínas;
- 34% de folato;
- 28% de manganês;
- 15% de potássio;
- 14% copper14;
- 10% de magnésio;
- Ferro, vitamina C e vitaminas do complexo B.

Embora na maioria das vezes as beterrabas disponíveis nos supermercados sejam roxas, a beterraba, na verdade, vem em uma variedade de cores, a maioria das quais têm gostos muito semelhantes, benefícios para a saúde e usos. Ao comprar beterraba, procure as raízes pequenas ou médias de beterraba que têm uma cor profunda, pele lisa e uniforme.

Propriedades e benefícios da beterraba

Estes vegetais coloridos são compostos de nutrientes poderosos, que ajudam a proteger contra doenças do coração, defeitos congênitos e certos tipos de câncer, especialmente o câncer de cólon. Esta seção tratará alguns pontos mostrando para que serve a beterraba para a saúde. Serão apresentadas algumas propriedades e benefícios da beterraba.

1. Promove a saúde geral

Os pigmentos que dão à beterraba suas cores ricas são chamados betalaínas. Existem dois tipos básicos de betalaínas: betacianinas e betaxantinas. Betacianinas são pigmentos na cor vermelho-violeta. A betanina é o melhor estudado dentre as betacianinas. Betaxantinas são de cor amarelada. Em beterrabas de cor clara ou vermelho escuro ou roxo, betacianinas são os pigmentos dominantes. Em beterrabas amarelas, betaxantinas predominam, e particularmente a chamada vulgaxantina. Todos as betalaínas provêm da mesma molécula original (ácido betalâmico).

Os pigmentos betalaínas em beterrabas são solúveis em água, e como pigmentos, são um tanto incomuns, devido ao seu conteúdo de nitrogênio. Muitos das betalaínas funcionam tanto como antioxidantes quanto como moléculas anti-inflamatórias. Ao mesmo tempo, elas próprias são também muito vulneráveis à oxidação (mudança na estrutura, devido à interação com o oxigênio). Além da beterraba, acelga e amaranto são alguns exemplos de alimentos que contêm betalaínas.

É interessante notar que os seres humanos parecem variar muito suas respostas a betalaínas 
dietéticas. 

Nos Estados Unidos, apenas 10-15% dos adultos são estimados como “respondedores da betalaína”. 

Um respondedor da betalaína é uma pessoa que tem a capacidade de absorver e metabolizar betalaínas suficientes a partir da beterraba (e outros alimentos) para ganhar proteção antioxidante completa, anti-inflamatória.

2. Benefícios antioxidantes

O que é mais impressionante sobre a beterraba não é o fato de que eles são ricas em antioxidantes. É a mistura incomum de antioxidantes que elas contêm. Estamos acostumados a vegetais ricos em antioxidantes carotenoides, e em particular, o betacaroteno. Entre todos os carotenoides estudados, nenhum é mais comumente encontrado em vegetais do que o betacaroteno.

Quando se trata de fitonutrientes antioxidantes que dão a vegetais vermelhos sua cor distinta, já pensamos em antocianinas (o repolho roxo, por exemplo, recebe sua maravilhosa cor principalmente por conta das antocianinas). As beterrabas demonstram sua singularidade antioxidante obtendo sua cor vermelha principalmente das betalaínas (e não principalmente de antocianinas). Juntamente com a sua propriedade de boa fonte de manganês e uma boa fonte de vitamina C (ambos antioxidantes), os fitonutrientes únicos nas beterrabas prestam apoio antioxidante de uma maneira diferente do que outros vegetais ricos em antioxidantes.

As pesquisas sobre estes benefícios da beterraba estão, em grande parte, na fase inicial, no que diz respeito aos antioxidantes da beterraba e suas propriedades especiais para a saúde dos olhos e saúde em geral do tecido nervoso.

3. Benefícios anti-inflamatórios e cardiovasculares

Muitos dos fitonutrientes únicos presentes na beterraba têm mostrado funcionar como compostos anti-inflamatórios. Em particular, esta atividade anti-inflamatória foi demonstrada para a betanina, isobetanina e vulgaxantina. Um mecanismo permitindo que estes fitonutrientes diminuam a inflamação é a sua capacidade para inibir a atividade das enzimas ciclo-oxigenase. As enzimas COX são amplamente utilizadas pelas células para produzir moléculas de mensagens que provocam inflamação.

Na maioria dos casos, quando a inflamação é necessária, esta produção de moléculas pró-inflamatórias de mensagens é uma coisa boa. No entanto, em outras circunstâncias, quando o corpo está passando por inflamação indesejável, crônica, a produção desses mensageiros inflamatórios pode piorar as coisas. Vários tipos de doenças, incluindo a aterosclerose, são caracterizadas pela inflamação crônica indesejada.

Por esta razão, as beterrabas foram estudadas no contexto de doença cardíaca e existem alguns resultados encorajadores, embora muito preliminares, nesta área, envolvendo estudos em animais e alguns estudos humanos em muito pequena escala. A diabetes tipo 2, outro problema de saúde associado à inflamação crônica, também é uma área de interesse a este respeito, com os resultados da investigação numa fase muito preliminar.

Em adição às suas betalaínas e carotenoides, no entanto, beterraba são também uma fonte de betaína. 

A betaína é um nutriente chave no corpo feito a partir de colina, vitamina do complexo B (especificamente, a betaína é simplesmente uma variação estrutural da colina). Em si mesma, a colina é uma vitamina essencial para ajudar a regular a inflamação no sistema cardiovascular, uma vez que é importante para prevenir a indesejada acumulação de homocisteína (níveis elevados de homocisteína estão associadas a inflamação e risco de problemas cardiovasculares como a aterosclerose).

Mas a betaína pode ser ainda mais importante na regulação do estado inflamatório. A sua presença na 
dieta tem sido associada a níveis mais baixos de vários marcadores inflamatórios, incluindo proteína C reativa, a interleucina-6 e o fator de necrose tumoral alfa. Como um grupo, estas moléculas anti-inflamatórias podem, eventualmente, fornecer benefícios da beterraba cardiovasculares em estudos humanos em grande escala, bem como benefícios anti-inflamatórios para outros sistemas do corpo.

4. Suporte à desintoxicação

Os pigmentos betalaínos presentes na beterraba têm sido repetidamente apontados por apoiar a atividade de desintoxicação do nosso corpo na Fase 2. A Fase 2 é o passo metabólico que nossas células utilizam para ligar ativados, substâncias tóxicas indesejáveis com pequenos grupos de nutrientes. Este processo de “ligar” neutraliza de forma eficaz as toxinas e as torna preparadas para a excreção na urina (solúveis em água).

Um processo crítico de “ligar” durante a fase 2 envolve uma família de enzimas chamada glutationa-S-transferase (GST). GSTs enviam toxinas com glutationa para neutralização e excreção pelo corpo. As betalaínas encontradas na beterraba foram apontadas por desencadear a atividade de GST e ajudar na eliminação de toxinas que requerem a glutationa para excreção.

Se você é uma pessoa que se preocupa com a exposição a toxinas e quer dar o seu corpo apoio de desintoxicação, tanto quanto possível, os benefícios da beterraba são importantes para a sua dieta.

5. Possíveis benefícios anticancerígenos

É importante notar duas outras áreas de benefícios da beterraba potenciais para a saúde: os benefícios anticancerígenos e benefícios relacionados às fibras. A combinação de moléculas antioxidantes e anti-inflamatórias na beterraba faz deste alimento um candidato altamente provável para a redução do risco de vários tipos de câncer. Estudos de laboratório em células tumorais humanas confirmaram esta possibilidade em relação ao câncer de cólon, estômago, nervos, pulmão, mama, próstata e testículo.

6. Suporte de fibras

As fibras da beterraba também têm sido um nutriente de interesse crescente na pesquisa. Embora muitas pessoas tendem a misturar todas as fibras alimentares em uma categoria única chamada “fibra dietética”, há evidências que sugerem que as fibras da dieta não são as mesmas.

As fibras da beterraba (juntamente com a fibra da cenoura) são dois tipos específicos de fibra alimentar que podem proporcionar benefícios especiais para a saúde, em particular no que diz respeito à saúde do aparelho digestivo (incluindo a prevenção do câncer de cólon) e sistema cardiovascular. 

Alguns benefícios da beterraba podem ser devido aos polissacarídeos de pectina que contribuem significativamente para o conteúdo total de fibras.

7. Ajuda a manter a saúde saudável

Muitas culturas há muito tempo pensam na beterraba como um afrodisíaco natural. Acredita-se que a beterraba pode ajudar a impulsionar e manter o sexo saudável, aumentando o fluxo sanguíneo para os órgãos reprodutivos. Beterrabas são capazes de fazer isso devido a seus altos níveis de nitratos e 

Boro, duas substâncias que atuam no corpo para regular a produção de hormônios sexuais humanos.

Redução dos níveis de inflamação, aumento da circulação e mais energia diária também são benefícios da beterraba, e estão relacionados com a manutenção de desejo sexual com a idade.

8. Contém propriedades antienvelhecimento

Consumir beterraba é uma das melhores dicas para limpar o aparelho digestivo e o sangue contaminados devidos a uma dieta e estilo de vida ruins. A desintoxicação, combinada com os altos valores antioxidantes encontrados na beterraba, é uma forma eficaz para evitar o envelhecimento precoce. Beterrabas são uma ótima fonte para equilibrar os níveis de pH e alcalinizar o corpo também.

A escala de pH é usada para determinar a acidez em relação à alcalinidade. Muitas doenças acontecem em ambiente ácido. Então, uma boa meta é deixar um ambiente alcalino no corpo e muitas frutas e vegetais ajudam a alcançar este objetivo.

9. Aumenta a resistência e recuperação muscular

Beterrabas contêm naturalmente nitratos, que, no passado, você pode ter ouvido que são prejudiciais quando você os consume como parte de produtos como carnes, bacon, ou outras carnes processadas de baixa qualidade. Todavia, o tipo de nitratos encontrados em alimentos integrais como beterraba são realmente muito benéficos para aumentar a energia e desempenho.

Beterrabas foram apontadas em estudos por fornecer o tipo de nitratos que o corpo usa facilmente para a recuperação e aumento da performance física. Outros estudos mostraram que a suplementação com o tipo de nitratos encontrados na beterraba permitiu a atletas se sobressaírem e experimentarem menos estresse físico do exercício.

Fonte: Mundo Boa Forma
 
Top