Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Frutas vendidas sem casca devem ficar na geladeira até o momento do consumo

Frutas são gostosas e fazem bem à saúde, mas é preciso ter tempo para ir ao mercado, escolher as melhores, e ainda higienizá-las e cortá-las. Hoje é possível encontrar versões descascadas e embaladas no supermercado por preços acessíveis, e muitas empresas entregam frutas frescas e picadas diariamente na casa ou no trabalho dos clientes. A pergunta é: essa facilidade traz algum prejuízo em termos nutricionais?

A casca das frutas funciona como uma barreira de proteção. Ao entrar em contato direto com o oxigênio e sofrer variações de temperatura, a polpa sofre modificações.  A maçã e a banana escurecem bastante, por exemplo. E alguns nutrientes podem se deteriorar, como a vitamina C --quanto maior o tempo em contato com o ambiente, maior a perda.

Para evitar mudanças significativas no valor nutricional das frutas, alguns fabricantes têm investido em embalagens mais resistentes, que deixam o mínimo de ar possível em contato com o alimento, e mantêm a refrigeração controlada, o que aumenta o tempo útil dos produtos para até cinco dias. 

Já as frutas descascadas e picadas que são vendidas em potes também devem ficar na geladeira até o momento do consumo, mas a validade não costuma passar de 24 horas.

"As frutas descascadas trazem mais vantagem do que desvantagem. Só a praticidade e a possibilidade de aumentar o consumo de frutas ao longo do dia, a fim de substituir lanches rápidos nada saudáveis, como coxinhas fritas e salgadinhos de pacote, já fazem valer a pena", afirma Alyne Santim, nutricionista da Clínica Liliane Oppermann, em São Paulo.

A profissional garante que se o prazo de validade for respeitado e não houver exposição à luz e ao calor, não há perda nutricional significativa.

Comprar frutas descascadas no pote ou na bandeja só traz uma desvantagem, mesmo, para o meio ambiente: plástico e isopor demoram para se decompor na natureza, ao contrário das cascas. 

Benefícios do consumo de cascas
Vale lembrar que a embalagem natural das frutas costuma concentrar muitos nutrientes, por isso deve ser utilizada sempre que possível. A casca do abacaxi, por exemplo, é até mais rica em bromelina - uma enzima excelente para a digestão - do que a polpa, por isso pode ser fervida e transformada em suco.

A casca do limão não apenas é nutritiva, como também pode dar um sabor especial a sobremesas e saladas de frutas. A da banana verde ajuda diabéticos a manter a glicose estável. E a da maçã é tão rica em fibras e antioxidantes que é usada pela indústria para adicionar nutrientes aos produtos. Só lembre de higienizar bem antes de consumir cascas in natura.

Frutas secas e desidratadas também são uma opção interessante para o lanche. O ressecamento sob o sol ou pelo processo de liofilização, que é feito em câmeras a vácuo, mantêm o sabor, as fibras e boa parte dos nutrientes. E como há maior concentração de frutose, elas são substitutos saudáveis para os doces. Mas é preciso prestar atenção nas calorias, pois comer três bananas passas é bem mais fácil do que três unidades da fruta fresca.

Vitamina C e sucos
O fato de a vitamina C ser muito sensível a variações de temperatura e ao oxigênio é o que faz os especialistas recomendarem, com frequência, que as pessoas consumam sucos feitos na hora.

Mas não tem problema deixar a laranjada algum tempo na geladeira antes de servir. Pesquisadores da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), no Rio de Janeiro, analisaram uma amostra de suco de laranja logo após a fruta ser espremida e repetiram a medição depois de algumas horas.

Em 100 miligramas de suco recém-preparado, os pesquisadores encontraram 33 miligramas de vitamina C. Depois de duas horas, o teor caiu para 28 miligramas e, quatro horas depois, para 25 miligramas. Ou seja: cerca de 75% da vitamina permanecem no líquido, o que é um saldo positivo.

Sucos de laranja industrializados em geral são acrescidos de vitamina C e vêm em embalagens que ajudam a conservá-la, por isso também podem ser considerados nutritivos, tenham sabor um pouco diferente.  Uma pesquisa feita pela Proteste, em 2011, com dez marcas diferentes, confirmou que a maioria tem teores da vitamina satisfatórios. Mas muitos produtos contêm açúcar, por isso exigem moderação.

A vitamina C, por sinal, é ótima para evitar que frutas como maçã, pera e banana escureçam rápido depois de descascadas. Não é à toa que o ingrediente está no rótulo das papinhas de frutas para bebê. Para reproduzir o efeito nas porções que você leva para o trabalho, a dica é mergulhar os pedaços em suco de laranja ou de limão antes de colocar no pote.

Fonte: Uol- Ciência e Saúde
 
Top