Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Gastrite é a inflamação, infecção ou erosão do revestimento do estômago. Ela pode durar por pouco tempo, na chamada gastrite aguda, ou pode durar meses e até mesmo anos (gastrite crônica).
 
Causas

A causa mais provável da gastrite é a fraqueza da barreira mucosa que protege a parede estomacal, permitindo que os sucos digestivos produzidos pelo estômago causem danos ao tecido que reveste o órgão.

Essa fraqueza pode ser causada pela bactéria Helicobacter pylori, que vive justamente no revestimento do estômago e que, se não for tratada, pode levar ao surgimento de úlceras e até mesmo ao câncer de estômago. Outras bactérias e vírus também podem causar infecções que levam à gastrite. Especialistas apontam também o refluxo da bile para dentro do estômago como uma causa para a gastrite.


Fatores de risco

Alguns fatores considerados de risco podem aumentar as chances de uma pessoa desenvolver gastrite:
 

- Analgésicos: o uso excessivo desses medicamentos prejudica a produção de uma substância que ajuda na proteção do revestimento do estômago;
 
- Idade: quanto mais velha a pessoa for, mais chances de desenvolver gastrite ela tem, pois o revestimento do estômago tende a ficar mais flácido conforme os anos vão passando. Além disso, adultos mais velhos também têm mais chances de serem infectados por bactérias e vírus ou de desenvolver doenças autoimunes que causam danos à parede estomacal;
 
- Alcoolismo: o consumo exacerbado de bebidas alcoólicas irrita o revestimento estomacal, o que eleva os danos causados pelos sucos gástricos produzidos pelo estômago para a digestão;
 
- Estresse: momentos de estresse também elevam os danos causados à parede do estômago;
 
- Doenças autoimunes: quando as células de defesa atacam as células do próprio corpo, em vez de atacar e combater o organismo invasor, nós chamamos de uma doença autoimune. No caso da gastrite, os anticorpos atacam as células que compõem o revestimento do estômago. Geralmente, esse é um problema que acomete pessoas já com distúrbios autoimunes;
 
- HIV / Aids: pessoas infectadas com o vírus do HIV, causador da Aids, apresentam falhas no sistema imunológico e estão mais sujeitas à ação de bactérias e outros vírus. Pacientes diagnosticados com a doença de Chron e com infecções provocadas por parasitas também estão mais sujeitos a desenvolver gastrite;
 
- Uso de drogas: fazer uso de algumas drogas, como cocaína, também pode causar gastrite.

Sintomas de Gastrite

Gastrite às vezes pode passar desapercebida, mas também pode manifestar alguns sinais. Conheça os principais sintomas da gastrite:
- Indigestão;
- Queimação e azia;
- Náuseas;
- Vômitos;
- Perda de apetite;
- Dores abdominais.

Em caso de sangramento da parede do estômago:
- Fezes escuras;
- Vômito de sangue ou material semelhante à borra do café.

Tratamento de Gastrite

Mas e para tratar a gastrite? O tratamento depende muito da causa específica.

Você pode precisar parar de tomar certos medicamentos que possam causar gastrite, mas primeiro converse com seu médico.

Você pode usar outro medicamento de venda livre ou controlada que diminua a quantidade de ácido no estômago, como:
- Antiácidos;
- Antagonistas H2;
- Inibidores da bomba de prótons (IBP), como omeprazol, esomeprazol, iansoprazol, rabeprazol e pantoprazol;
- Antibióticos.

Os antiácidos também podem ser usados para tratar a gastrite crônica causada pela infecção pela bactéria Helicobacter pylori.

Convivendo/ Prognóstico


Algumas medidas podem ajudar na recuperação e facilitar o tratamento:

- Comer menos e com menos intervalo entre as refeições pode ajudar no controle da produção de ácidos do estômago. Isso ajuda na digestão e evita desconfortos;
 
- Evite alimentos que possam causar ainda mais irritação ao seu estômago, especialmente frituras
- Evite bebidas alcóolicas;
 
- Se necessário, faça uso de medicamentos para amenizar a dor. Alguns desses remédios não precisam de receita médica e podem ser encontrados na farmácia;
  
- Evite estresse.

O tratamento para gastrite geralmente é bem sucedido. Dependendo da causa, a recuperação pode demorar mais do que o previsto. O importante é iniciar logo o tratamento para evitar complicações mais graves.
 

Fonte: Minha Vida
 
Top