Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético

O Facebook considera diversos fatores para determinar se uma publicação merece aparecer no topo do seu feed de notícias. Um deles é o engajamento: se um link obteve muitos cliques, provavelmente ele é mais relevante do que um link com poucos cliques. Só que isso acabou estimulando o clickbait, por meio de textos com chamadas apelativas, como “você não vai acreditar no que essa pessoa fez”.
Felizmente, os títulos apelativos devem sumir aos poucos da rede social (até que enfim!). Em mais uma mudança no algoritmo do feed de notícias, o Facebook anunciou nesta segunda-feira (1º) que também passará a usar questionários qualitativos para determinar se uma publicação é relevante.

facebook-logo
Funciona assim: quando uma pessoa clicar na notícia e voltar para o Facebook, ela poderá ser convidada a avaliar, de 1 a 5 estrelas, se gostou de ver a publicação no feed de notícias. Isso permitirá que a rede social escolha melhor os posts que aparecem para você e até otimizar periodicamente o algoritmo de ranking, ajustando a ordem das publicações de acordo com os gostos dos usuários.
A ideia é combinar o feedback natural dos usuários (curtidas, compartilhamentos, comentários e cliques) com o novo sistema. Na prática, páginas que usam o artifício dos títulos apelativos para obter mais engajamento não terão mais incentivo para isso, já que a avaliação dos usuários, que se decepcionaram com o que viram após o clique, será negativa.
De acordo com o Facebook, a maioria das páginas não deverá notar mudanças significativas no alcance e engajamento com a atualização do algoritmo. Algumas páginas poderão sofrer quedas de audiência se “a taxa em que suas publicações forem clicadas não coincidir com o quanto as pessoas relatam que querem ver essas histórias”.
 
Top