Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


tendinite pode surgir por causa de lesões, excesso de uso ou devido ao envelhecimento. Veja como prevenir e tratar o problema.
loading...
A tendinite aparece quando há inflamação, lesões e inchaço no tendão, estrutura fibrosa que une os músculos aos ossos.  Lesões, excesso de uso ou o processo natural de envelhecimento, que compromete a elasticidade dos tendões, estão entre as causas do problema.  A tendinite também atinge pessoas que têm doenças como artrite reumatoide e diabetes.
O sintoma mais comum é dor,  geralmente perto da articulação, que aumenta com os movimentos e costuma piorar à noite. Algumas vezes, a pele do local chega a ficar com a temperatura mais alta e ganha um tom avermelhado. Em casos mais graves, quando a inflamação é crônica, o tendão pode se romper.


A tendinite afeta qualquer parte do corpo onde há tendões, mas certas regiões estão mais sujeitas a ela: cotovelos, calcanhares (tendinite de Aquiles), ombros e pulsos.
O diagnóstico é feito por meio de um exame físico em que o médico busca sinais de dor e sensibilidade. O tratamento visa aliviar a dor e eliminar a inflamação. Para isso, além de medicamentos, o médico pode indicar repouso ou mesmo imobilizar os tendões afetados; aplicações de calor ou frio no local também ajudam.
Depois que o quadro agudo estiver controlado, sessões de fisioterapia são necessárias para fortalecer os músculos e os tendões afetados, acelerando o processo de cura e evitando recaídas.
Para evitar a tendinite à distância, é importante manter a musculatura sempre tonificada e alongado, o que se consegue com a prática regular de exercícios físicos. Também é importante aquecer os músculos antes de realizar movimentos vigorosos.
Fonte: Portal iG Saúde
 
Top