Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Um estudo baseado na qualidade de Sono, Depressão e Ansiedade em Universitários dos Últimos Semestres de Cursos da Área da Saúde indica que o dia a dia dos últimos meses de faculdade é prejudicial à saúde em relação ao sono.
loading...

A maioria da população estudada trabalha durante o dia e cursa a faculdade no período noturno. Assim a má qualidade de sono pode estar associada à utilização do tempo de sono para cumprir compromissos ligados aos estudos, como realização de pesquisa na internet para elaboração de trabalhos de conclusão de curso, entre outros. Desta forma, os horários de sono tornam-se irregulares e o tempo de sono muitas vezes insuficiente. Os universitários encontram-se mais propensos a situações de estresse que afetam a qualidade do sono e causam ansiedade e sintomas de depressão, mesmo que em grau leve, portanto, é uma população que merece atenção quanto às queixas de sono para que haja uma possibilidade de prevenção e diagnóstico precoce de distúrbios psicológicos.


O estudo concluiu que o sono destes universitários encontra-se prejudicado, há associação positiva em relação à qualidade de sono e os níveis de depressão, ou seja, quanto pior a qualidade do sono, maiores os níveis de depressão. A mesma associação ocorre quanto aos níveis de traço de ansiedade e os níveis de depressão. Esses resultados sugerem que os universitários que apresentaram maiores níveis de ansiedade como característica de sua personalidade obtiveram níveis mais elevados de depressão. Estudos com amostras maiores são necessários para compreender melhor as correlações entre estas variáveis.
 
Top