Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético




Tal como acontece com alguns tipos de terapia complementar, pessoas com câncer podem utilizar a Aromaterapia, pois as fazem se sentir bem.

Algumas pesquisas sugerem que a massagem utilizando óleos essenciais pode auxiliar nos seguintes situações, bem comuns nos pacientes: Ansiedade, Dor, Depressão, Estresse, Cansaço, Enjôo.

A Aromaterapia pode auxiliar a melhorar o humor das pessoas e consequentemente o seu bem-estar. 

É apontado que o simples fato de inspirar o aroma de certos óleos pode reduzir náuseas e vómitos causados ​​por tratamentos de câncer, como quimioterapia e radioterapia. 

A Aromaterapia também pode auxiliar nos problemas físicos, pois:

 - Estimula o sistema imunológico

 - Combate resfriados e infecções bacterianas

 - Auxilia em problemas menstruais

 - Melhora a circulação e produção de urina

 - Alivia dores de cabeça e problemas de digestão

No campo da pesquisa em relação ao tratamento de células cancerígenas, temos um estudo recente muito interessante. 

Cientistas da Universidade de Negev (Israel) descobriram recentemente que o Citral, componente encontrado em diversas ervas com aroma cítrico, possui um interessante efeito no combate à células cancerígenas.

O Citral, componente da família dos Aldeídos, foi testado em uma dose de 44,5 miM (semelhante a dose encontrada em uma xícara de chá de Melissa). Ele causou apoptose em diversas linhagens de células cancerígenas, ou seja, faz com que elas se autodestruam. E o melhor: não agride às células sadias.

O Citral pode ser encontrado nos óleos essenciais de Melissa e Capim Limão Brasileiro. 

É importante salientar que são pesquisas iniciais e que sua comprovação se dará ao longo do tempo, com mais testes sendo feitos.


 
Top