Já saber viralizar no Facebook?

Já saber viralizar no Facebook?
Seja Magnético


Num processo de perda ou ganho de peso, existe um princípio fundamental que devemos ter em conta: qualquer alteração resulta da relação entre a energia que ingerimos através dos alimentos e a energia que despendemos no nosso dia-a-dia. 

De grosso modo, o organismo gasta diariamente energia na manutenção das funções vitais (respiração, funcionamento dos órgãos, etc.), nos processos de digestão dos alimentos e nas tarefas diárias ou exercício físico. Por outro lado, esta energia, contabilizada sob a forma de calorias, é obtida através da absorção e utilização dos nutrientes contidos nos alimentos ingeridos, nomeadamente os hidratos de carbono, lípidos e proteínas.

Assim sendo, o ganho de peso resulta de sucessivos balanços energéticos positivos ao longo da vida, que conduzem ao armazenamento da energia em excesso sob a forma de gordura. Se o objetivo é perder peso, devemos promover um balanço energético negativo, ou seja, a energia que ingerimos diariamente deve ser menor do que a energia que despendemos no mesmo período. Este défice leva a que o organismo promova uma utilização das reservas energéticas armazenadas sob a forma de gordura para colmatar a quantidade de energia em falta.

O défice energético tem de ser suficiente para promover a mobilização da gordura armazenada e, em simultâneo, garantir a energia necessária à manutenção das funções vitais do organismo. 

O acompanhamento personalizado por parte de um profissional de nutrição é muito importante pois cada caso é um caso. O nutricionista calculará o valor específico de necessidades energéticas e o número de calorias (kcal) que deve ingerir diariamente através dos alimentos, o qual depende de vários fatores, como por exemplo peso, altura, idade, composição corporal ou objetivo a atingir. 

Durante vários anos utilizou-se uma regra que indicava que uma redução da ingestão energética de 3.500 kcal durante alguns dias levava a uma diminuição de 0,5 kg de peso. Hoje sabe-se que isso não é inteiramente verdade; existem diversos fatores que influenciam a perda de peso e que variam de indivíduo para indivíduo.

Se o seu objetivo é perder peso siga duas recomendações: mantenha um estilo de vida ativo, fazendo exercício regularmente, no ginásio ou ao ar livre; e procure um nutricionista, para o ajudar a determinar a redução de calorias que deverá promover na sua dieta alimentar, ajustada aos seus objetivos e sem comprometer as funções vitais do organismo.
 
Top